Prefeitura retira lixo acumulado em residência no Setor Expansul

Um caminhão e quinze servidores foram mobilizados para a ação conjunta que durou o dia todo

Da Redação
29/07/2022 - 15:18
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Linkedin
  • Compartilhe no Telegram
  • Compartilhe no WhatsApp

Prefeitura retira lixo acumulado em residência no Setor Expansul

Um caminhão e quinze servidores foram mobilizados para a ação conjunta que durou o dia todo

Uma força-tarefa da coordenação de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde de Aparecida (SMS), juntamente com equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU) e com o suporte da Guarda Municipal e de uma assistente social, realiza, nesta quinta-feira, 28 de julho, a limpeza de um terreno particular na Rua dos Jasmins (Setor Expansul). No local serão retirados, ao todo, dois caminhões de material acumulado, sendo principalmente lixo eletrônico. A situação foi denunciada pelo Ministério Público (MP).

“Recebemos uma denúncia do MP há menos de uma semana, viemos aqui ontem fazer uma vistoria e prevenção contra focos do mosquito da dengue e hoje estamos limpando o local desde as 8h30”, relata o coordenador de Vigilância Ambiental da SMS, Flávio Ned. O proprietário do imóvel, que reside sozinho no local, alegou para as equipes da Prefeitura que conserta coisas estragadas, mas não há indícios de reparos, apenas de uma grande acumulação de material e do desmonte de peças como televisões e tanquinhos que têm sido acumulados há dois anos.

Todo o material recolhido é encaminhado para o Aterro Sanitário Municipal onde receberá o tratamento e a destinação corretos conforme prevê a legislação. No lote, além de peças menores e também papéis, plástico e metais, há também dois veículos abandonados, um Fusca e um Passat.

Como denunciar

Quem souber de casos de acúmulo de material reciclável ou lixo que geram transtornos e podem ter focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika, deve denunciar para a coordenação de Saúde Ambiental pelo telefone (62) 3545-4819.