Vila vai mal em Santa Catarina, joga segundo tempo com um a menos e cai para o Joinville

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

vilaO Vila Nova foi até Santa Catarina com a esperança de dar um “chega para lá” na má fase para vencer o Joinville, que estava invicto em casa há mais de 8 meses, mas ficou mesmo só na esperança. O time colorado teve muita dificuldade para jogar e sucumbiu mais uma vez. Vitor  foi expulso ainda no primeiro tempo, e os times fizeram um jogo muito ruim em um campo completamente alagado na Arena Joinville.

1°Tempo

A partida começou debaixo de muita chuva, o que deixava o jogo bastante lento e pegado. Tanto Joinville como Vila Nova sentiam muitas dificuldades para conduzir as bolas e trocar passes no gramado encharcado. As poças atrapalhavam o trabalho dos jogadores e a partida era bastante ruim. Até os 10 primeiros minutos, nenhuma chance foi criada para nenhum dos lados e os goleiros eram meros espectadores.

O Vila Nova conseguiu ter boa chance com Bida. O meia aproveitou o erro na saída de bola da zaga adversário, dominou a bola e tentou encobrir o goleiro Ivan, mas não acertou o gol e desperdiçou a chance. Aos 13 minutos, o Vila Nova voltou a incomodar Ivan: Marcelo Toscando cobrou falta da intermediária, a bola desviou e ficou para Bruno Veiga, dentro da grande área. O atacante ameaçou o chute mas foi travado na hora h.

Só aos 17 minutos o Joinville conseguiu chegar à área colorada, em cobrança de falta pela ponta esquerda. A bola foi alçada na área, mas a zaga do Tigrão afastou o perigo da entrada da meia lua na base do chutão. Na sequência, voltou ao ataque do Joinville e Edson Ratinho cruzou pela direita. Jael foi sozinho para cabecear, porém, o atacante subiu mal e cabeceou para fora.

A chuva não dava trégua e o jogo continuava muito ruim. Os dois times abusavam dos chutões já que a bola encontrava muita dificuldade para rolar no gramado. As faltas apareciam com muita frequência também e deixavam o clima da partida ainda mais tenso. Mesmo com todas as dificuldades, Jael fez jus ao seu faro de gol e aos 28 minutos abriu o placar. O atacante recebeu na entrada da grande área, saiu da marcação de Gabriel e fuzilou para o gol. 1×0.

O gol intimidou bastante o Vila, que até o momento se arriscava no ataque e era, inclusive, um pouco mais presente no setor ofensivo do que os donos da casa, mas, não conseguia jogadas agudas para chegar à meta de Ivan. Aos 39 minutos, Christiano bateu falta no meio do gol, e o goleiro do Joinville saiu bem para fazer a defesa. No lance seguinte, Vitor fez nova falta dura e levou o segundo amarelo, sendo expulso de jogo. Assim acabou o 1° tempo.

2°Tempo
O Vila voltou para o segundo tempo um pouco desatento e logo aos 4 minutos quase sofre o segundo gol. Edigar Junio foi lançado e penetrou a grande área com muita liberdade. Cara a cara com Cléber Alves, o atacante do Joinville se atrapalhou no momento da finalização e isolou uma ótima chance. No banco de reservas, o técnico Hemerson Maria foi à loucura com a jogada protagonizada pelo atacante.

A zaga colorada não se encontrava em campo. Novamente, dessa vez aos 10 minutos, um atacante do Joinville entrou sozinho na grande área. Jael tinha liberdade, mas finalizou em cima do goleiro do Tigrão. A bola ficou no rebote, Bruno Collaço levantou na grande área ainda com o arqueiro fora da meta, mas Gabriel se recuperou na jogada e conseguiu cortar o perigo. O lance animou ainda mais a torcida do Joinville.

Aos 26 minutos o Vila Nova chegou pela primeira vez na segunda etapa. Em cobrança de falta, a bola sobrou na entrada da grande área e Alisson pegou de primeira, mas mandou no meio do gol e Ivan, bem posicionado, não teve dificuldades para defender. Logo na sequência, Marcelo Toscano fez bom cruzamento e Rafael Oliveira subiu com certa liberdade, mas testou de raspão e a bola foi para fora.

Nos minutos finais o Tigrão continuou valente, mas esbarrava na forte marcação dos donos da casa e pecava muito nas finalizações. Com o resultado nas mãos e se tornando vice-líder da competição, o Joinville apenas segurava a partida e posicionava bem o sistema defensivo. O Vila não conseguiu mesmo demonstrar uma reação eficiente e acabou perdendo o jogo por 1×0. Resultado que castigou o Vila Nova com a oitava derrota em dez rodadas da Série B.

730

Notícia postada em  

  • 7 de junho de 2014
  • Da Redação