Vila: Róbston planeja volta ao futebol, mas frustra interessados: “Vou esperar pelo Vila”

Na reta final da punição por doping, Róbston já faz planos de voltar ao futebol profissional e quer defender o Vila na Divisão de Acesso e na Série C.

vilaSão quase 10 meses longe do futebol profissional, já que a tradicional “pelada” ou os campeonatos amadores, não dá pra deixar de lado. Ainda assim, falta algo: falta o agito, falta a pressão, falta o estádio lotado, falta Róbston. O volante, que cumpre punição após ter sido pego no exame antidoping, não vê a hora de voltar aos gramados e já prepara o retorno, de preferencia vestindo a camisa vermelho.

Em entrevista ao repórter Vinícius Tondolo, da 730, o volante de 32 anos comentou que tem mantido a forma com treinos diários em uma academia, além de ter disputado um tradicional campeonato amador na capital goiana. Liberado para voltar em Fevereiro do ano que vem, Róbston revela que já teve contato de alguns clubes goianos, mas que tem o projeto de retomar a carreira de onde deu a pausa: do Vila Nova.

“Eu tenho muito tempo para esperar, até porque minha situação é um pouco complicada. Eu fico feliz que tem clubes me procurando, isso é uma gratificação muito grande, mas eu tenho deixado bem claro que eu vou esperar o Vila. Como eu já tive conversas com diretores lá do Vila e vai ter a eleição agora, depois disso vamos ter o contato pra resolver essa situação. Eu quero resolver antes da primeira quinzena de Dezembro para passar o Natal tranquilo e ter um clube pra trabalhar em Janeiro”

A última partida profissional de Róbston foi no dia 6 de Fevereiro desse ano, no empate por 1 a 1 contra o Anápolis, pelo Goiânia, um dos cinco jogos que o volante fez na temporada. Muitos dizem que o Vila começou a derrocada na temporada no momento em que o jogador foi pego no doping, e por isso, o atleta se vê em dívida com o Vila. Só que, para voltar, Róbston quer garantias de um projeto sério e que vise o verdadeiro resgate do time colorado.

“Pra isso acontecer, tem que ter uma garantia muito boa de que, pelo menos, vai ter os salários em dia. Com isso, o jogador já tem a cabeça tranquila pra trabalhar, você sabe que chegar no dia 5 você vai receber e pagar as contas, então o dia a dia fica mais fácil. Tem que ter projeto, o Vila vai brigar pra ser campeão goiano e lutar pra voltar a Série B em 2016. Agora, não adianta chegar lá, eles prometerem rios de dinheiro e não pagar, porque fica bagunçado”

730

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios