Vila marca o primeiro gol, sai na frente, mas leva a virada do América-RN e perde mais uma

Saiu o primeiro gol, mas não saiu a primeira vitória. Jogando em casa, no Estádio Serra Dourada, o Vila Nova sai na frente com gol contra de Cléber, mas cai muito no segundo tempo e acaba tomando a virada. Max, de pênalti, e Rodrigo Pimpão marcam para o América de Natal, e cravam o 2×1 para o time visitante. O Vila continua afundado na lanterna, com apenas um ponto, já o alvirrubro nordestino chega aos 10 pontos.
1°Tempo
A partida começou em um ritmo bastante acelerado. Vila Nova e América se movimentavam em campo e a primeira boa chance saiu logo aos três minutos de partida, para os visitantes. Em bola parada, o goleiro Cléber Alves subiu bem para pegar o desvio de cabeça e evitar o primeiro gol. O Vila respondeu em sequência, com Christiano cruzando da esquerda na marca do pênalti, mas Dimba escorreu no momento do chute e perdeu a boa oportunidade.

E o time vilanovense mostrava bastante atitude e continuava em busca do primeiro gol no campeonato. Gustavinho teve liberdade pelo lado direito e cruzou na cabeça de Dimba. O camisa nove conseguiu chegar na bola dessa vez e cabeceou para gol. Fernando Henrique seguro fez a defesa. Priorizando a defesa, os zagueiros do América estavam bem postados e firmes nas jogadas, dificultando a vida dos atacantes colorados.

Aos 22 minutos do segundo o torcedor do Vila tomou um grande susto, em bola levantada na área pelo América de Natal em cobrança de falta. A zaga do Tigrão falhou, Cléber Alves saiu mal do gol deixando o gol escancarado e por muito pouco os visitantes não abrem o placar. Sorte do Vila que o zagueiro Roberto Dias não conseguiu chegar na bola. Após o lance bizarro, a torcida presente no Serra Dourada vaiou o time.

Três minutos depois do susto veio a alegria. Dimba fez ótima jogada individual pela direita, entrou na grande área e bateu cruzado, sem ângulo. O zagueiro Cleber, então bem na partida, desviou contra o próprio gol e abriu o placar. 1×0 para o Tigrão. O torcedor pouco quis saber se o primeiro gol no campeonato foi feito pelo Vila ou não e, enfim, tirou o grito de gol que estava entalado na garganta.

O gol sofrido fez o América de Natal se atiçar no jogo e abandonar a postura mais defensiva. Atrás, o time nordestino aplicou uma blitz pra cima do Tigrão e Cléber Alves fez duas ótimas defesas para salvar o Vila do empate. Na melhor delas, Max finalizou e o goleiro vilanovense espalmou de bate pronto. Os minutos finais da partida continuaram movimentado, mas ninguém conseguiu alterar o placar e o primeiro tempo acabou com 1 a 0 para o Vila.

2°TEMPO
O Vila Nova demonstrou nos primeiros minutos da etapa final que voltou ao gramado com o mesmo espírito do primeiro tempo, aguerrido, concentrado, e tomando as rédeas do jogo. No primeiro lance, em bola parada, o Tigrão assustou o goleiro Fernando Henrique, que saiu bem e conseguiu ficar com a bola. O América respondeu: escanteio cobrado, Cléber Alves saiu mal e a bola ficou perdida na pequena área até Júlio Cesar cortar o perigo.

Intenso no início do segundo tempo, o Vila Nova perdeu força e território a partir dos 10 minutos. O adversário buscava de qualquer maneira o gol do empate e, por isso, o Tigrão remontou sua estratégia e passou a jogar mais contido no campo defensivo. Em descida esporádica, Marcelo Toscano fez boa jogada individual e rolou para Arthur finalizar para fora.

[saiba_mais]

No lance seguinte foi a vez de Cléber Alves brilhar com a camisa do Vila. O goleiro fez dois milagres consecutivos. Rodrigo Pimpão cabeceou sozinho na pequena área, Cléber espalmou, no rebote, Max emendou uma bomba da entrada da grande área e novamente o goleiro colorado saltou para defender e salvar o seu time mais uma vez.

Mas, aos 27 minutos, o goleiro foi mal. A zaga falhou e deixou Adriano Pardal cara a cara com o goleiro colorado, que saiu e fez o pênalti, para desespero do torcedor colorado. Max foi para a cobrança e empatou a partida. 1×1. Minutos depois, veio o gol da virada. Adriano Pardal achou Rodrigo Pimpão dentro da grande área. Ele finalizou sem chances para o goleiro e decretou o 2×1 para o América de Natal.

Bastante abatido em campo, o time do Vila Nova não conseguiu ter forças para resistir e acabou somando mais uma derrota na Série B, a sexta em sete jogos. Jeferson ainda teve tempo de fazer mais um para o América e encerrar o placar. O vila continua na lanterna, cada vez mais distante dos primeiros times fora da zona de rebaixamento. América chega aos 10 pontos e passa a sonhar com o G-4 para o acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios