Vila faz último treino antes da viagem e Márcio Azevedo mantém dúvida na lateral

vilaAnimado. Essa pode ser a definição para quem observa a expressão de cada jogador do Vila Nova, que também se sentem aliviados com a primeira vitória na Série B. Só que isso ficou no passado, o pensamento agora é no Sampaio Corrêa e o grupo fez na manha desta quinta-feira o último treino antes da viagem para São Luís (MA), local do jogo no sábado, às 21h, no estádio Castelão. E na bagagem, o técnico Márcio Azevedo leva uma dúvida que persiste desde a chegada dele ao clube.

A dúvida é na lateral esquerda, entre Christiano e Rafinha, que já foram testados e, mesmo assim, ainda não desfizeram esse problema na cabeça do treinador. Na movimentação realizada no Onésio Brasileiro Alvarenga, Márcio Azevedo, primeiramente, fez um trabalho tático, em que escalou os titulares na parte defensiva para testar a marcação e, principalmente, a saída de bola da defesa para o ataque, trocando passes.

Nessa atividade, Márcio testou muitas formações defensivas e quem sempre permaneceu como titular foi Cleber Alves, Vitor Pio, Radames e Léo. Na lateral direita, Wanderson ganhou uma chance, Gabriel e Júlio César se alternaram na zaga, assim como Christiano e Rafinha na esquerda. Logo depois, Márcio Azevedo comandou um treino coletivo, onde definiu 10 titulares que começam a partida. Na esquerda, Christiano começou como titular, mas quem terminou foi Rafinha.

[saiba_mais]

Assim, o Vila deve começar o jogo contra o Sampaio com Cleber Alves; Léo Rodrigues, Gabriel, Vitor Pio e Rafinha (Christiano); Léo, Radamés; Nenê Bonilha, Paulinho e Hugo; Jheimy. A entrada de Hugo é a novidade já confirmada na equipe, já que ele entra na vaga de Dimba, que está com uma lesão muscular e foi vetado pelo Departamento Médico. Márcio Azevedo explicou também a opção por Gabriel na defesa.

 “O Júlio é um jogador que temos observado bastante, como foi o caso do Léo, para de repente dar uma oportunidade, ela apareceu, ele fez um bom jogo. O sistema defensivo é muito importante, ele tem que dar esse equilíbrio, essa tranquilidade, até porque na transição meio-ataque a gente tá tendo essa condição. No jogo a gente teve uma instabilidade, corremos alguns riscos, e no jogo vai o Gabriel, por ser mais complicado, o Sampaio ser um adversário experiente”

Depois da primeira vitória na Série B em 12 jogos, o Vila Nova segue na lanterna da competição, com cinco pontos, seis a menos que o Oeste, que tem 11 e abre a zona do rebaixamento. A intenção colorada é vencer para chegar embalado no clássico da próxima sexta-feira, contra o Atlético-GO, no Serra Dourada.

730

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios