Vereador tem carro alvejado na garagem de casa, em Cristalina, GO

Ele acredita que tenha sofrido represália política: ‘Momento de muito pavor’.

alvejadoO carro do vereador Rosivaldo Bispo de Oliveira (PSB) foi alvejado, na madrugada desta quarta-feira (26), em Cristalina, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. De acordo com a polícia, os tiros foram disparados quando o veículo estava na garagem da casa do político. A polícia trabalha com a hipótese de represália política e destacou um agente para fazer a segurança do parlamentar.

A perícia constatou que a carroceria da caminhonete do vereador, uma Toyota Hilux, foi atingida por seis disparos. Algumas cápsulas de bala ficaram espalhadas pelo chão. O delegado Cássius Zamó, titular da Delegacia de Cristalina, informou ao G1 que já ouviu o vereador e deve colher novos depoimentos em sequência, além de buscar imagens de câmeras de segurança que ajudem a identificar o suspeito.“Ele nos contou que estava sofrendo represálias por ter revelado desvios de verbas públicas. Como medida cautelar, um policial está fazendo a segurança dele”, adiantou.

Segundo o vereador, que tem 38 anos, é casado e pai de três filhos, os tiros foram disparados por volta das 3h, quando toda a família estava dormindo. Ele contou ao G1 que chegou a ouvir o barulho de uma motocicleta fugindo do local em seguida, mas não viu o autor dos disparos. “Estou trancado em casa com a minha família o dia todo, ao lado de um policial. É um momento de muito pavor. Estamos todos muito assustados, apavorados, porque nunca vivenciamos esse tipo de violência”, relatou o parlamentar.

Denúncias
Rosivaldo acredita que tenha sofrido um atentado pelas denúncias que fez sobre má gestão e um suposto desvio – que ele calcula em cerca de R$ 11 milhões – do Fundo de Previdência Social de Cristalina (Funcristal). As denúncias estão sendo apuradas por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada na Câmara de Vereadores da cidade, da qual ele participa.

“Como membro da CPI, faço essas denúncias desde o ano passado, quando comecei meu segundo mandato. Há cerca de dois meses fui ameaçado na própria Câmara. Desta vez, acho que meu carro foi atingido justamente porque amanhã [quinta-feira] a comissão iria apresentar aos servidores públicos resultados sobre o que já foi apurado”, afirma.

O Funcristal, conforme o vereador, integra 350 aposentados de Cristalina, município onde há 1.600 funcionários públicos concursados. Procurados pelo G1, o órgão e a prefeitura da cidade não atenderam as ligações até a publicação desta reportagem.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios