União Europeia cobrará taxa de 5 euros de cidadãos estrangeiros

0
79

A União Europeia (UE) anunciou que cidadãos estrangeiros – inclusive brasileiros – que entrarem em suas fronteiras terão de pagar uma taxa de cinco euros, cerca de R$ 18 de acordo com a cotação atual. A informação é da Agência Ansa.

A medida faz parte do novo Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (Etias, na sigla em inglês), que valerá para todos os estrangeiros que não precisam de visto para acessar o Espaço Schengen, área de livre circulação dentro do bloco.

Antes de embarcar para países da UE, a pessoa precisará preencher um formulário online com informações particulares e pagar a taxa de 5 euros. O questionário terá 27 perguntas, divididas em quatro ou cinco categorias, como grau de escolaridade e emprego.

O modelo é similar ao adotado nos Estados Unidos e ajudará Bruxelas a identificar eventuais riscos à segurança do bloco. O documento valerá por cinco anos e será exigido de turistas a partir de 18 anos. “O Etias preencherá uma lacuna graças ao cruzamento de dados dos viajantes que não precisam de visto”, declarou Frans Timmermans, vice-presidente da Comissão Europeia.

O sistema só deve entrar em vigor em 2019 e será mantido unicamente pela taxa de 5 euros. O custo operacional do Etias será de 80 milhões de euros por ano, sendo que, a cada 12 meses, 30 milhões de estrangeiros sem necessidade de visto entram no Espaço Schengen.

A principal meta da União Europeia é aumentar o controle em suas fronteiras externas e reforçar a luta contra o terrorismo e a imigração clandestina, dois dos principais desafios enfrentados por Bruxelas atualmente.