Bem-vindo(a) à Aparecida de Goiânia
Espetáculos com Trupe de Palhaços

Trupe de palhaços goianos circula pela Colômbia, México e Brasil com dois espetáculos

Redação
23 de novembro de 2021

“Amo Palhaço: Clowns-tô-folia” e "Cartas de Amor" são as peças teatrais que integram a turnê do Grupo Imagem, que se inicia em 24 de novembro (quarta), pela cidade de Gurupi/TO. Os espetáculos foram gravados e serão transmitidos, pelo Youtube, para plateias reunidas por centros culturais no Brasil, no México e na Colômbia. O Projeto Amor Palhaço de circulação nacional e internacional foi premiado pelo Fundo de Arte e Cultura e conta com apoio do Studio Inovarte e da FETEG (Federação de Teatro de Goiás).

Em parceria com o IFTO e o Grupo Motirõ de Teatro, o Grupo Imagem se apresenta em Gurupi, nos dias 24 e 25 de novembro, encerrando a pauta com a oficina “O Teatro como voz”, no dia 30. A cidade colombiana de Medellin, por meio do Teatro de Títeres Y Música, exibe os espetáculos nos dias 11 e 13 de dezembro, com oficina ministrada ao terceiro dia de atividades. A turnê virtual segue pelo México, transmitida pelo La Puerta Abierta Teatro, com performances e oficina para o público de Tuxtla Gutiérrez, nos dias 07, 15 e 17 de dezembro. O encerramento da circulação está programado para os dias 18 e 19 de dezembro, em Taquaruçu/TO, em parceria com o Circo os Kaco, com oficina marcada para o dia 16. (veja programação completa abaixo)

Com mais de 15 anos de fundação, o Grupo Imagem pesquisa o regionalismo e o Palhaço como linguagem cênica. O trabalho proposto para o Projeto Amor Palhaço busca estabelecer um diálogo intercultural, especialmente em “Cartas de Amor”. Com direção de João Bosco Amaral (Cia Teatral Oops!..), o espetáculo conjuga a linguagem circense, a fala regional e canções especialmente compostas para a montagem de um dos textos mais encenados em todo o mundo: “Cyrano de Bergerac”, escrito em 1897 por Edmond Rostand.

A ideia de “caipirizar” um clássico francês foi do próprio grupo, que fazia oficinas com o ator e diretor João Bosco Amaral, convidado para dirigir “Cartas de Amor”, em 2018, ano de centenário da morte de Rostand (1868-1918). Inicialmente, a circulação do espetáculo ocorreu no interior de Goiás. Com vistas à circulação internacional, o grupo apostou na popularidade da peça teatral e dispensou a tradução.

“Com direção musical de Lino Calaça, a musicalidade funciona como linguagem para provocar a troca com o público e alguns termos em espanhol foram incluídos”, revela o diretor. João Bosco acredita que, independente do idioma do texto, palhaços caipiras são capazes de criar empatia porque “o clown é uma figura universal e porque o chamado caipirês é como um idioma global, pode ser reconhecido em todo o mundo, afinal, o caipira está em todo lugar”.

Para o diretor, “Cartas de Amor” é um diálogo contemporâneo da cultura popular francesa e da cultura popular brasileira. A Commedia dell’arte é a origem estética do trabalho, mas, para esta turnê, a linguagem audiovisual impacta na estrutura narrativa, aproximando o público do século 21. Os musicais da Broadway foram o ponto de partida para a concepção do espetáculo filmado, revelando para os espectadores o trabalho técnico por detrás da cena. A história, no entanto, ainda é a mesma: uma jovem romântica, um poeta e seu amigo soldado envolvidos nas tramas do amor platônico dos padrões medievais. “Apesar do final trágico, todo o espetáculo é uma comédia”, arremata João Bosco.

“A experiência internacional nos fez olhar e ressignificar nossas raízes. Ela tem modificado profundamente quem somos como pessoas e como artistas”, relata o grupo, composto pela atriz Cristyane Leal e pelos atores Everaldo Miranda, Mário Leal, e Rafael Martins. Como “embaixadores do goianês” para a América Latina, a trupe de palhaços criada em Inhumas/GO, teve a oportunidade refletir sobre identidade artística: “Diante das fronteiras, da diferença, tivemos mais clareza sobre que tipo de teatro queremos fazer, sobre afirmar nossa linguagem e isso nos levou à busca de alguma singularidade no trabalho”.

O outro espetáculo que compõe a turnê é “Amo Palhaço: Clowns-tô-folia”. Ele conta a história dos encontros e desencontros da palhaça Florbela com três palhaços: Tostão, Macarrão e Jacinto Serafim. Em suas vidas íntimas, cada personagem vai revelando sonhos uma vez sufocados pela realidade opressora. Com humor, teatralidade e amor, as histórias desses personagens vão se costurando até encontrarem um fio comum de suas existências. A peça realça pequenos momentos, por meio da poesia e da simplicidade da vida cotidiana.

A simplicidade dos personagens é o elemento cativante que estabelece o vínculo entre o teatro e a plateia. A peça já circulou por várias cidades, participando de muitos festivais de teatro pelo Brasil. Escolhidas pelo grupo para compor “Amo Palhaço: Clowns-tô-folia”, estas narrativas encontradas no cotidiano têm sua poética descortinada quando apropriadas pelo Palhaço e são deslocadas do automatismo diário que toma conta das relações humanas. 

Atividades formativas

Para ampliar o contato com o público, o Grupo Imagem também realiza oficinas dirigidas a estudantes e à comunidade artística das cidades contempladas pelo Projeto Amor Palhaço. Este conteúdo formativo também estará acessível na web, em tempo real, pelo canal do Grupo Imagem no Youtube: grupo imagem artes. As atividades conduzidas pelos atores e pela atriz do grupo têm como objetivo realizar leituras dramáticas e de estabelecer diálogos sobre dramaturgia e as questões de representatividade.

PROGRAMAÇÃO

Gurupi/TO

24/11 – 9h – “Cartas de Amor”

25/11 – 14h – “Amo Palhaço, Clowns-Tô-Folia”

30/11 – 16h – Oficina “O Teatro como Voz”

Medellin/COLÔMBIA

11/12: 18h – “Cartas de Amor”

13/12: 21h – “Amo Palhaço, Clowns-Tô-Folia”

14/12: 19h - Oficina “O Teatro como Voz”

Tuxtla Gutiérrez/MÉXICO

07/12 – 19h Oficina – “O Teatro como Voz”

15/12: 21h – “Cartas de Amor”

17/12: 21h – “Amo Palhaço, Clowns-Tô-Folia”

Taquaruçu/TO

16/12 – 19h Oficina – “O Teatro como Voz”

18/12 - 20h – “Cartas de Amor”

19/12 - 16h – “Amo Palhaço, Clowns-tô-Folia”

Veja mais sobre Cultura https://aparecidanet.com.br/pequenos-negocios-que-investem-na-cultura-tem-isencao-de-impostos/

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram