Três pessoas da mesma família são mortas a tiros em Quirinópolis,

Dois suspeitos foram presos e um foi baleado; policial também acabou ferido.

homicidioTrês pessoas da mesma família foram mortas a tiros em Quirinópolis, no sul de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, as vítimas são o ex-policial militar Denivaldo Terra, de 48 anos, que era dono de um supermercado na cidade, um irmão dele, Wesley José Lopes, de 47, e outro parente, Fabrício de Souza, cuja idade não foi revelada. A suspeita é de que o crime tenha sido cometido por vingança. Dois suspeitos foram presos e um, que foi ferido, segue internado.

Segundo a polícia, Denivaldo e o irmão foram mortos dentro do comércio da vítima, que fica na região central, na noite de segunda-feira (23). Na ocasião, um dos suspeitos também acabou baleado.

Em seguida, o parente das vítimas e um policial militar, que não usava farda, foram atrás dos criminosos. Houve troca de tiros e ambos ficaram feridos, sendo que Fabrício não resistiu aos ferimentos e morreu. Tanto o suspeito ferido quanto o policial militar baleado permanecem internados em estado regular no Hospital Municipal da cidade.

[saiba_mais]

A delegada responsável pelo caso, Simone Cassimiro, diz que as investigações apontam que o crime ocorreu por vingança após o assassinato de um amigo de Fabrício e Denivaldo, registrado em janeiro deste ano. Os dois estariam planejando se vingar dos suspeitos, que decidiram agir primeiro.

“Houve troca de ameaça entre eles. No começo do ano houve o homicídio e depois tiroteios na cidade, tudo com ligação com esse fato inicial”, explicou a delegada.

Os dois suspeitos presos, com idades de 21 e 28 anos, foram autuados pelos homicídios e permanecem presos na cidade.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios