Com redução valores passam a ser de R$ 5,23 para carros e R$ 12,30 para motos.

O Ministro e presidente do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli voltou atras após ter suspendido a redução do DPVAT pelo Governo Federal.

No dia 27 de dezembro o conselho do Ministério da Economia havia reduzido os valores do DPVAT. Porém no dia 31 de dezembro a empresa Líder seguradora responsável pelo DPVAT entrou com uma liminar pedindo a suspensão da redução que foi atendida por Toffoli.
A União recorreu argumentando que a seguradora omitiu informações de que haveria no fundo administrado pelo consorcio o valor de quase R$ 9 bilhões, razão pela qual mesmo que o excedente fosse extinto de imediato haveriam recursos suficientes para cobrir o seguro DPVAT.