Aparecida de Goiânia, sexta-feira, 17 de setembro de 2021
Olimpíadas

Tênis de mesa e dupla feminina avançam na disputa por medalhas em Tóquio

Redação
27 de julho de 2021

O mesa-tenista Hugo Calderano conquistou um resultado inédito para o tênis de mesa do Brasil em Jogos Olímpicos e vai disputar a semifinal da modalidade. As brasileiras Laura Pigossi e Luísa Stefani avançaram para a semifinal no tênis de duplas.

Tênis de mesa

Calderano avançou às quartas de final na disputa individual em Tóquio 2020. O máximo que o país havia conseguido até então tinha sido as oitavas de final com o próprio Calderano, no Rio 2016, Hugo Hoyama, em Atlanta 1996, e Gustavo Tsuboi, também nesta edição dos Jogos. De quebra, esta foi a primeira vez que o Brasil classificou dois atletas no individual para as oitavas de final numa mesma edição olímpica.

“Eu senti isso (a conquista do feito inédito) quando todo mundo do Brasil veio me abraçar. Senti a emoção de todos, até eu fiquei emocionado. O último ano não foi fácil, não tive os melhores resultados, mas continuei muito confiante que conseguiria voltar a jogar em meu melhor nível”, disse Calderano. 

Calderano, sétimo colocado no ranking mundial e único sul-americano no top 10 joga nesta quarta-feira, 28, contra o alemão Dimitrij Ovcharov para tentar uma vaga na final.

Tênis de quadra

No tênis de quadra as brasileiras Paura Pigossi e Luísa Stefani conquistaram um grande resultado na tarde desta terça-feira, dia 27 (horário local), na Ariake Tennis Park. Após perderem o primeiro set, as atletas viraram e venceram a dupla Karolina Pliskova e Marketa Vondrousova, da república Tcheca. A partida, válida pela segunda rodada dos Jogos Olímpicos de Tóquio, terminou com as parciais de 2/6, 6/4 e 13/11. 

“Começamos a virar quando ganhamos o segundo set. Eu estava me sentindo muito bem. A partir dali, o momento veio para o nosso lado e sacamos bem naquela game. Dupla é assim, é questão de um ponto ou outro que muda, mudou a energia, sentimos que começamos a crescer. E no tie brake foi a mesma coisa, eu não pensei no resultado, eu pensei em cada ponto. Falei para mim mesmo: ‘Laura, foca no que tem que fazer e esquece o resultado’. E a gente fez”, disse Laura.

“A diferença de estar em Jogos Olímpicos é que, antes de entrar em quadra, a música que toca é o hino do Brasil. Ai já diz tudo, já arrepia e a gente joga com o coração, com a alma, pelo Brasil, uma nação, não somente por nós. Todo mundo no Brasil mandando mensagem, energia positiva, a gente se sente jogando com eles e por eles”, comentou Luísa.

Por uma vaga na semifinal, as brasileiras vão enfrentar as cabeças de chave número quatro, as americanas Bethanie Mattek-Sands e Jessica Pegula. O jogo acontece nesta quarta-feira, dia 28. 

Com fotos e informações do COB - Comitê Olímpico Brasileiro

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram