Aparecida de Goi√Ęnia, 02 de marÁo de 2021

Medida deve substituir auxílio emergencial pago no ano passado

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira (8) que o governo negocia o pagamento de um novo aux√≠lio aos trabalhadores informais, que suceder√° o aux√≠lio emergencial pago desde o ano passado e cujos √ļltimos repasses foram feitos no fim de janeiro. Ainda n√£o h√° detalhes sobre as regras do benef√≠cio nem o valor a ser pago.

No auxílio emergencial criado no ano passado, foram pagas três parcelas de R$ 600 até R$ 1.800 por família (os valores maiores eram destinados a famílias chefiadas por mulheres). O valor do benefício depois foi reduzido para parcelas de R$ 300 cada até o encerramento do programa.

"Estamos negociando com o Onyx Lorenzoni ministro da Cidadania, Paulo Guedes ministro da Economia, Rog√©rio Marinho ministro do Desenvolvimento Regional, entre outros, a quest√£o de um aux√≠lio ao nosso povo, que est√° ainda numa situa√ß√£o bastante complicada", afirmou o presidente durante cerim√īnia de lan√ßamento da Plataforma Participa + Brasil, no Pal√°cio do Planalto.

Sem dar mais informa√ß√Ķes sobre o aux√≠lio, o presidente ainda ponderou as limita√ß√Ķes fiscais do governo para expandir gastos, mesmo na pandemia. "Sabemos, Paulo Guedes, que estamos no limite do nosso endividamento e devemos nos preocupar com isso. Temos um cuidado muito grande com o mercado, com os investidores e com os contratos. N√≥s n√£o podemos quebrar nada disso, caso contr√°rio, n√£o teremos como garantir realmente que o Brasil ser√° diferente l√° na frente", acrescentou. 

Em seu discurso, o presidente voltou a manifestar preocupa√ß√£o com um novo aumento no pre√ßo dos combust√≠veis, mas destacou que n√£o pensa em interferir na Petrobras, que √© quem define a pol√≠tica de pre√ßo com base na varia√ß√£o dos produtos no mercado internacional. "Jamais n√≥s tabelaremos seja o que for, jamais praticaremos qualquer interven√ß√£o na estatal".

Plataforma

Na cerim√īnia no Pal√°cio do Planalto, que contou com a participa√ß√£o dos novos presidentes da C√Ęmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, o governo lan√ßou Plataforma Participa + Brasil, com o objetivo de promover o processo de participa√ß√£o social da sociedade civil nas pol√≠ticas p√ļblicas em discuss√£o no governo. De acordo com a Secretaria de Governo, o portal oferece ao cidad√£o  canal de comunica√ß√£o direto com os √≥rg√£os federais, incluindo a disponibiliza√ß√£o de m√≥dulos para divulga√ß√£o de consultas e audi√™ncias p√ļblicas, pesquisas e na promo√ß√£o de boas pr√°ticas de governan√ßa.

‚ÄúVamos centralizar as informa√ß√Ķes e auxiliar o cidad√£o a acompanhar, com mais transpar√™ncia, o processo de tomada de decis√Ķes dos √≥rg√£os que comp√Ķem o Poder Executivo Federal‚ÄĚ, explicou o ministro Luiz Eduardo Ramos.

ABr

DEN√öNCIA DE IRREGULARIDADES?

Use o WhatsApp para nos enviar
den√ļnciar pelo WHATSAPP
2005 - 2021
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram