Suspeitos fazem família refém ao tentar fugir da polícia em Goiânia

refemTrês homens foram presos após fazerem uma família refém na noite de segunda-feira (21), no Setor Jardim Caravelas, em Goiânia. Segundo a Polícia Militar, eles invadiram a residência quando tentavam fugir de policiais após serem flagrados em uma casa usada como ponto de drogas. Cinco pessoas, dentre elas duas crianças, ficaram sob o poder dos criminosos por cerca de meia hora até serem liberadas. Ninguém ficou ferido.

De acordo com informações da PM, policiais faziam ronda pelo setor quando avistaram um rapaz com atitude suspeita. Ao notar a presença dos militares, o jovem entrou correndo em uma casa. A polícia foi atrás do suspeito e descobriu que o local era um ponto de drogas.

Na residência foram apreendidos dois menores de 16 e 17 anos. Porém, outros três homens fugiram pulando muros das casas vizinhas. Os policiais localizaram o trio enquanto eles faziam a família refém, mantendo as vítimas trancadas no cômodo de uma residência.

A libertação dos reféns foi negociada e os suspeitos de 19, 24 e 32 anos, foram presos. Uma das vítimas, que não quis ser identificada, relata que os criminosos ordenaram que eles ficassem quietos. “Falou para a gente ficar lá dentro quieto e ficar quieto, não dar alarme nenhum que logo íamos sair”, conta.

O homem, que se mudou para a residência há pouco mais de uma semana, lamenta a insegurança. “A gente batalha a vida inteira para construir algo e não tem segurança nenhuma. Faz muro alto, faz um monte de coisa e não adianta”, diz.

Na casa usada pelos criminosos como ponto de droga, a polícia encontrou armas, munição, além de porções de crack, maconha e cocaína. Os menores foram encaminhados à Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai). Os outros três suspeitos foram levados pela PM para o 20º Distrito Policial. Eles podem responder pelos crimes de tráfico, formação de quadrilha, posse ilegal de arma de fogo e cárcere privado.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios