Síria: EUA enviam mais 250 soldados para apoiar luta contra Estado Islâmico

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou hoje (25) o envio de mais 250 soldados norte-americanos para a Síria, para apoiar a luta contra o Estado Islâmico. “Aprovei o envio adicional de 250 militares norte-americanos, nomeadamente forças especiais, para a Síria”, declarou Obama, em Hanôver, na Alemanha.

Obama esclareceu que as tropas vão treinar e dar assistência “às forças locais” que lutam contra o grupo extremista islâmico.

Ontem (24), o presidente norte-americano rejeitou a possibilidade de se criar uma zona de segurança no Norte da Síria por “questões práticas”, pois isso implicaria invadir militarmente grande parte do país.

O presidente norte-americano falava numa coletiva de imprensa, depois da reunião com a chanceler alemã, Angela Merkel, em Hanôver, em que abordou questões como o acordo comercial entre os Estados Unidos e a União Europeia, a situação na Síria e na Líbia, o conflito na Ucrânia, as divergências com a Rússia e a crise dos refugiados.

Barack Obama destacou que a sua rejeição não tem a ver com uma “objeção ideológica”, mas sim com uma mera “questão prática”, explicando que é muito complexo estabelecer uma zona de segurança com êxito, pois será preciso destacar um grande número de tropas em terra, controlar movimentos e estabelecer pontos de controle.

ABr

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.