Setor de energia leva lideranças a rever crescimento

Os líderes globais da indústria de energia estão menos confiantes no crescimento de receita de seus negócios em relação aos seus pares consultados nas demais indústrias.

Questões de gestão como investimento em inovação, capacidade tecnológica, pesquisa e desenvolvimento, aumento e retenção da base de clientes, além da construção de relacionamento de confiança com o mercado são os alicerces ajudar a alavancar o crescimento de qualquer setor em atividade, mas são pontos ainda mais emblemáticos para a área de energia e serviços.

Uma pesquisa divulgada pela PwC, feita com executivos do setor, fotorenergiamostra os pontos mais delicados de análise para que o período de transformação, especialmente ligado à escassez de recursos e alterações climáticas, seja mais ameno e pouco prejudicial às populações. Em mais de 1300 entrevistas realizadas, os CEOs apontaram alguns fatores determinantes para a evolução do setor.

Os líderes globais da indústria estão menos confiantes no crescimento de receita de seus negócios em relação aos seus pares consultados nas demais indústrias. 47% das empresas do setor não esperam crescimento em suas receitas num horizonte de 12 meses. Cerca de 76% dos CEOs do setor afirmaram que seu negócio passará por mudanças radicais ao longo dos próximos cinco anos por conta da Regulação, que é uma importante fonte de mudança de impacto no setor e que, segundo eles, pode retardar o crescimento.

O papel do cliente também está mudando enquanto players do setor privado competem com empresas estatais tradicionais. Ainda assim, poucos empresários do setor de energia dizem estar preocupados com o fato de que mudanças no comportamento e nos gastos do consumidor poderiam desacelerar o crescimento de suas atividades. E, apesar do compromisso de operar suas atividades de forma sócio responsável, somente 59 % CEOs globais do setor concordam que medir e informar os seus impactos (não financeiros) contribuem para o seu sucesso.

Apenas 35% diz que consumidores e clientes ganharam mais confiança em sua indústria, resultado abaixo da média em relação ao observado na amostra total. A maioria esmagadora (80%) concorda que as estratégias de crescimento e retenção de clientes terá que mudar – somente 29% afirmaram já ter este processo em andamento no setor de energia.

Mais de 80% dos CEOs do setor entendem que os avanços tecnológicos vão transformar os seus negócios ao longo dos próximos cinco anos. Eles estão otimistas  em relação a sua capacidade de lidar com a mudança tecnológica. Apesar disso, apenas 20% deles começaram a mudar seus processos de capacidade de inovação.

Segundo a análise da PwC, com esse extrato da pesquisa, fica claro que existe uma dificuldade em começar essa mudança, mas os CEOs estão com essas questões nos seus planejamentos.

Para conclusão do estudo, foram realizadas 1.344 entrevistas em 68 países durante o último trimestre de 2013. Para o recorte de energia, foram consideradas as respostas de cerca de 60 CEOs do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios