Servidora pública de Goiás diz que falta tudo na repartição, até água

0
203

Uma servidora pública postou no seu perfil do facebook, denúncia de sucateamento total da sua repartição pública. Segundo a funcionária, há seis meses é feita uma vaquinha entre os servidores lotados naquela repartição para a compra de galões de água mineral, já que o Estado não tem fornecido o suprimento.

“Há seis meses, nós servidores públicos, lotados em determinado órgão, estamos fazendo vaquinha para comprar galões de água, porque o poder público deixou de fornecer”, diz o texto postado pela servidora.

Ainda de acordo com a funcionária pública, “também tá faltando resma de papel”, e já estão fazendo vaquinha pra isso também.

O Estado, comandado por Maconi Perillo (PSDB), vem atravessando um complicadíssimo momento financeiro. Não obstante o rombo no caixa que já ultrapassava R$ 1,4 bilhão em dezembro, a Secretária da Fazenda Ana Carla Abrão anunciou, recentemente, que o déficit no primeiro quadrimestre do ano foi de R$ 100 milhões e adiantou que Goiás corre sério risco de não cumprir a lei de responsabilidade fiscal no que tange a despesas com pessoal.

Recebendo o salário parcelado, a servidora diz que “desse jeito fica assim: a gente recebe o salário, daí um pouco você tem que tirar para suprir as necessidades básicas do seu local de trabalho”. Gás, para o preparo do café, também não tem sido fornecido pelo Estado.

Enquanto falta até água nas repartições públicas do Estado, a propaganda do Governo de Goiás continua a todo vapor.

Opinando