Serviços secretos russos consideram possibilidade de atentado em queda de avião

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O chefe dos serviços secretos russos, Igor Bortnikov, afirmou hoje (19) que tudo indica que um atentado terrorista derrubou o avião da EgyptAir, que caiu no Mediterrâneo com 66 pessoas a bordo.

“Por tudo o que já vimos, trata-se de um atentado terrorista que custou a vida a 66 pessoas de diversos países”, declarou Bortnikov aos jornalistas em Minsk, capital da Bielorrússia, de acordo com a agência russa Interfax.

O chefe do Serviço Federal de Segurança (FSB na sigla em russo) apelou a “todas as partes interessadas, incluindo os parceiros da Europa”, para que colaborem na investigação do acidente.

No avião, que decolou de Paris rumo ao Cairo na noite dessa quarta-feira (18), desapareceu no início da madrugada ao entrar no espaço aéreo egípcio.

A bordo seguiam 56 passageiros, sete tripulantes e três agentes da segurança.

As autoridades francesas e egípcias não excluem por enquanto nenhum cenário para o desaparecimento do aparelho, seja ato terrorista ou problema técnico.

ABr

Denuncias e Informações? Chat via WhatsApp