Serviços secretos russos consideram possibilidade de atentado em queda de avião

0
186

O chefe dos serviços secretos russos, Igor Bortnikov, afirmou hoje (19) que tudo indica que um atentado terrorista derrubou o avião da EgyptAir, que caiu no Mediterrâneo com 66 pessoas a bordo.

“Por tudo o que já vimos, trata-se de um atentado terrorista que custou a vida a 66 pessoas de diversos países”, declarou Bortnikov aos jornalistas em Minsk, capital da Bielorrússia, de acordo com a agência russa Interfax.

O chefe do Serviço Federal de Segurança (FSB na sigla em russo) apelou a “todas as partes interessadas, incluindo os parceiros da Europa”, para que colaborem na investigação do acidente.

No avião, que decolou de Paris rumo ao Cairo na noite dessa quarta-feira (18), desapareceu no início da madrugada ao entrar no espaço aéreo egípcio.

A bordo seguiam 56 passageiros, sete tripulantes e três agentes da segurança.

As autoridades francesas e egípcias não excluem por enquanto nenhum cenário para o desaparecimento do aparelho, seja ato terrorista ou problema técnico.

ABr