Rinite alérgica na infância

O que é?

riniteA rinite é uma inflamação crônica do tecido que reveste o nariz internamente. Quando a causa da inflamação está associada a uma resposta do organismo a diversos fatores que irritam esse tecido, tais como a poeira, o mofo ou o pólen, é chamada de rinite alérgica.

É uma das mais comuns doenças alérgicas, podendo afetar até 15% a 30% da população. Predomina em crianças com idade entre sete e 12 anos.

Quando suspeitar?

A doença tem um padrão cíclico, com piora nos meses de inverno e primavera. No entanto, é mais comum o indivíduo ser portador crônico de rinite alérgica, a qual apresenta certos períodos de piora dos sintomas.

A apresentação típica da crise é caracterizada por sensação de nariz entupido, com secreção nasal abundante, sensação de coceira no nariz. Podem estar associados o fungor nasal freqüente, crises de espirros e tosse. Os sintomas pioram quando o portador da doença tem contato com os fatores desencadeantes da inflamação no nariz, chamados de alérgenos ambientais.

Os principais alérgenos ambientais são a poeira (contém pequenos organismos, chamados ácaros, que ao entrar em contato com o tecido do nariz provocam inflamação deste), o mofo, o pólen, os pêlos de animais domésticos e as penas de pássaros, e a fumaça de cigarro. Todos esses alérgenos são capazes de irritar os tecidos do nariz, produzindo toda a gama de sintomas acima citados.

Qual a sua importância?

A importância da rinite é devido a sua alta freqüência na população, especialmente nas crianças, bem como aos transtornos causados pelos sintomas. Além disso, os quadros mais graves e de repetição constante podem acarretar complicações mais graves, como distúrbios de sono, respiração noturna difícil, irritabilidade e dificuldades na escola.

O tecido do nariz, constantemente inflamado, torna-se mais susceptível a infecção por bactérias, podendo o doente desenvolver quadros de rinite infecciosa, sinusite, otite média aguda.

Qual o tratamento?

Como o diagnóstico da rinite alérgica é basicamente clínico, é essencial que o doente procure auxílio médico para ser estabelecida a presença da doença, e indicado o tratamento apropriado.

Geralmente o indivíduo com rinite obtém melhora significativa com a adoção de medidas simples, tais como o controle da exposição aos alérgenos ambientais e a correta higiene do nariz com solução fisiológica.

Os quadros mais graves podem necessitar de tratamento medicamentoso, sendo os antihistamínicos e os vasoconstritores tópicos ou sistêmicos os usualmente prescritos. Algum doente obtém melhora com o uso de corticóides sistêmicos, porém representam a minoria no universo de portadores da rinite alérgica.

Lembre-se, somente o médico poderá orientar o tratamento de seu filho portador desta condição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios