Aparecida de Goiânia, sexta-feira, 17 de setembro de 2021
Artigo

Reflexos da Crise Hídrica sobre o abastecimento de Energia Elétrica, por Maurício Tolmasquim

Redação
6 de julho de 2021

Em artigo, o professor titular da COPPE/UFRJ e ex-ministro do Ministério de Minas e Energia, Maurício Tolmasquim, alerta para a gravidade da crise hídrica atual e adverte para a insuficiência das medidas adotadas pelo governo.

  • Hidrologia ruim

O Sistema Interligado Nacional (SIN) está passando pela maior crise hídrica dos últimos 91 anos. A quantidade de água que chegou nas usinas hidrelétricas entre setembro de 2020 e maio de 2021 foi 33% menor que a média dos últimos 91 anos.

  • Nível dos reservatórios do Sudeste/Centro Oeste está muito baixo

Apesar do nível dos reservatórios das regiões Sul, Nordeste e Norte estar adequado, os 3 juntos representam apenas 30% da capacidade de armazenamento do SIN. Em outras palavras, apesar das “caixas d´água” destas regiões estarem relativamente cheias, elas são pequenas.

O subsistema Sudeste/Centro Oeste concentra 70% da capacidade de armazenamento, ou seja, são a grande “caixa d´água” do SIN. No entanto, neste momento, estes reservatórios estãocom nível muito baixo.

Os níveis dos reservatórios em 28/06/2021 eram os seguintes:

  • Subsistema Sudeste/Centro Oeste: 29,21%
  • Subsistema Sul: 63,38%
  • Subsistema Nordeste: 59,38%
  • Subsistema Norte: 83,08%
  • Crise de 2001 x Crise de 2021:o sistema elétrico é mais resiliente hoje

Graças aos investimentos dos governos Lula e Dilma, o sistema elétrico é muito mais robusto em 2021do que era em 2001, conforme descrito a seguir:

  1. Capacidade instalada de geração:

Entre 2001 e 2020, a capacidade instalada do sistema elétrico cresceu 133% enquanto o PIB cresceu apenas 44%.

  1. Diversificação das fontes de energia:

Entre 2001 e 2020, houve uma significativa diversificação da matriz elétrica levando a reduçãoda dependência do país em relação a hidroeletricidade.

Em 2001,a hidroelétrica representava 83% da capacidade instalada.

Em 2020, a hidroelétrica representava 62% da capacidade instalada. Houve um aumento da participação das termelétricas a gás natural e outros combustíveis, usinas eólicas e termelétricas a bagaço de cana, que atualmente, representam respectivamente, 15%, 10% e 9% da capacidade instalada total.

  1. Aumento da capacidade de intercâmbio de energia entre os subsistemas

Em 2001, o Sul tinha água sobrando e faltavam linhas de transmissão para enviar a energia do Sul para o Sudeste/Centro-Oeste.

Entre 2001 e 2020, a capacidade do Sul de enviar energia para o Sudeste/Centro-Oeste aumentou 61%.

Neste mesmo período, a capacidade do Norte e Nordeste de enviar energia para o Sudeste/Centro-Oeste aumentou 14 vezes. Nos últimos meses, o Norte enviou, a partirdas usinas do rio Madeira (Jirau e Santo Antônio) e de Belo Monte,grandes quantidades de energiapara o subsistema Sudeste/Centro Oeste. O mesmo foi feito pelo Nordeste que vem utilizando o excedente de geração eólica para exportar energia para o Sudeste/Centro Oeste,contribuindo para reduziraatual crise de fornecimento de energia.

  • Problema de gestão (monitoramento): demora no despacho de todas as termelétricas

Em 2020, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE)ao não autorizar o despacho preventivo de maior número de termelétricas, deixou o nível dos reservatórios no Sudeste/Centro Oeste cair muito, o qual atingiu percentual inferior a 18% em novembro.

Em termos hidrológicos, o período úmido que vai de novembro de 2020 à maio de 2021, foi muito ruim. Mesmo assim, nos primeiros meses do ano, o CMSE só autorizou o despacho de parte do parque termelétrico. Com isto, os reservatórios chegaram em maio, início do período seco de 2021, com níveis muito baixos.

Ou seja, houve uma aposta em São Pedro. Apostou-se que a situação hidrológica iria melhorar e que não se precisaria despachar as termelétricas mais caras. Como a hidrologia não melhorou, não se poupou água nos reservatórios. Ou seja, a aposta em São Pedro deu errado.

  • Projeção de níveis dos reservatórios muito baixos no fim do período seco de 2021

As projeções são que o nível de armazenamento do subsistema Sudeste/Centro Oeste deverá chegar em cerca de 10% em novembro, final do período seco. Este é um nível muito baixo. Para se ter uma ideia, em novembro de 2001 os reservatórios desta região chegaram em 23% e em 2014, ano muito seco, chegaram em 16%. Ou seja, se começará o período úmido de 2021 com os reservatórios muito secos. Se tivermos um período úmido muito ruim, poderemos ter problema de suprimento de energia em 2022.

  • Existe risco de blecautes (apagões) em 2021

O risco maior é de se ter alguns blecautes (apagões) principalmente no horário de ponta (18hs às 21hs), quando as pessoas chegam em casa usam elevadores, chuveiros elétricos, iluminação e outros eletrodomésticos. O baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas reduz a capacidade de atender momentos de pico de consumo, podendo assim haver interrupções inesperadas no fornecimento de energia.

  • Criação do Comitê de Gestão da Crise

O governo criou por meio de medida provisória o comitê para gestão da crise. A presidência do Comitê é do Ministro de Minas e Energia.

Esta medida tem dois objetivos principais. O primeiro é poder tomar medidas de redução das vazões dos reservatórios hidrelétricos sem precisar de autorização da ANA ou do IBAMA, já que se precisa reduzir as vazões das usinas na cabeceira da bacia do Paraná, e isto tem impactos socioambientais e na hidrovia Tietê-Paraná.O governo tem muito medo de judicialização desta medida. O Ministro de Minas e Energia tem feito um périplo pelo STF e pela alta esfera do Judiciário para explicar a MP.

O segundo objetivo é eventualmente contratar termelétricas emergenciais, como por exemplo, termelétricas em balsa que podem vir de diversos lugares do mundo, como foi feito na crise de 2001.

  • Aumentos tarifários importantes
  1. Bandeiras:

Antes de 2015 o custo anual de operação das termelétricas era repassado na data do reajuste das distribuidoras para as tarifas. O problema é que os valores devidos as distribuidoras eram reajustados pela SELIC, criando uma conta financeira para o consumidor.

As bandeiras tarifárias (verde, amarela, vermelha patamar 1 e vermelha patamar 2) são uma forma de passar para as tarifas os custos da geração termelétrica, conforme as plantas vão sendo operadas. Além de evitar que os consumidores paguem os juros a bandeira também dá um sinal que a tarifa está cara e que o consumidor deve diminuir o consumo de energia.

Por conta da pandemia, a bandeira foi mantida verde entre fevereiro e novembro de 2020. Isto criou um passivo na “conta bandeiras” de R$ 1,5 bilhão de reais.

Além disto, o despacho de termelétricas mais caras obrigou a ANEEL a reajustar o valor da bandeira vermelha de nível 2 que teve uma elevação de 52%. Este reajuste deverá implicar em um aumento de 5% na tarifa de eletricidade.

Existe umaavaliação que este aumento na bandeira será insuficiente para cobrir os custos do despacho de todas as termelétricas e que tenha de haver um novo aumento este ano.

  1. Conta Covid:

Em maio de 2020, o MME criou a Conta COVID. O objetivo era dar um alívio de caixa as distribuidoras de energia e ajudar a compensar a queda no faturamento com a redução do consumo e do aumento da inadimplência nesse período.

O montante final do repasse às distribuidoras foi calculado em R$ 14,8 bilhões. Os recursos foram oferecidos por um pool de 16 instituições financeiras lideradas pelo BNDES.

Para o consumidor, a iniciativa representa a postergação e o parcelamento de impactos tarifários que, caso contrário, teriam efeitos imediatos nas contas dos consumidores.

Os empréstimos terão carência até julho de 2021 e vencimento em dezembro de 2025. Ou seja, esta medida implicará aumento de tarifa até 2025.

Mauricio T. Tolmasquim é professor Titular da COPPE/UFRJ, ex-Presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), ex-Secretário Executivo do Ministério de Minas e Energia (MME) e ex-Ministro Interino do MME

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram