Quadrilha é presa suspeita de desvio de dinheiro do Zoológico e parque Multirama

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou na manhã desta terça-feira (23/5) a Operação Multigrana, pela qual estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão temporária, cinco mandados de condução coercitiva e 12 mandados de busca e apreensão em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo.

Em síntese, investiga-se uma organização criminosa instalada na Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer de Goiânia (Agetul) especializada no desvio e apropriação do dinheiro decorrente da venda de ingressos nos Parques Mutirama e Zoológico.
Depoimentos já colhidos no Gaeco dão conta que a organização criminosa funciona há pelo menos quatro gestões diversas na autarquia municipal, o que só foi debelado com a presente operação.

Estimativas iniciais apontam que a organização desviava cerca de R$ 60 mil por final de semana de funcionamento, aproximadamente R$ 3 milhões por ano, somente no Parque Mutirama. As investigações prosseguirão no decorrer da semana.

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.