PRF apreende picape de ex-prefeito por suspeita de clonagem

Veículo abordado na BR-452 pertence a político de Rio Verde, diz polícia.

pickupA Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na quarta-feira (18), uma picape Fiat Strada pertencente a Osório Leão Santa Cruz, ex-prefeito de Rio Verde , na BR-452, no sudoeste de Goiás. Os policiais suspeitam que o veículo seja clonado. Funcionário do político e motorista da picape no momento da abordagem, José Santana, foi detido suspeito de adulteração de veículo e uso de documento falso.

Com placa de Inhaúma (MG), o carro foi abordado durante uma fiscalização de rotina. Ao checar os documentos, a PRF suspeitou que fossem falsos. “Depois de consultas no sistema e através da análise do documento em si, foi notado que ele poderia ser realmente falso”, afirma o policial rodoviário federal Lacerda Santos.

De acordo com a PRF, a picape também pode ter sido adulterada. “Tem a suspeita que ele poderia ter falsificado o documento e também o veículo, alguns elementos identificatórios do veículo foram mexidos e alguns até retirados”, diz Santos.

Inicialmente, a picape e o motorista foram levados ao posto policial. O ex-prefeito se dirigiu ao local e disse à PRF que comprou o veículo há um mês, de uma mulher em Minas Gerais.

Tanto Osório quanto o funcionário alegam que não sabiam das irregularidades. “Nós compramos em Minas por R$ 29 mil, passamos R$ 13 mil e demos um cheque de R$ 16 mil para pegar na quitação do documento 2015, no qual eles iam quitar o carro e passar para nós, de forma alguma nós sabíamos disso [clonagem]”, justifica José Santana.

A caminhonete e o motorista foram encaminhados à sede da Polícia Federal, em Jataí. O funcionário do político está preso suspeito de adulteração de veículo e uso de documento falso.

O ex-prefeito de Rio Verde não chegou a ser detido. Ele informou que vai esperar os laudos para tomar as devidas providências.Osório Leão Santa Cruz foi prefeito de Rio Verde por dois períodos: de 1983 a 1988 e de 1993 a 1996.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios