Presos suspeitos de roubar, clonar e revender veículos em GO, TO e MT

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Polícia diz que líder já havia sido preso, mas continuava com o esquema.

A Polícia Civil deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (12), para desarticular uma organização criminosa que atuava com o roubo, receptação, falsificação de documentos e adulteração de sinais identificadores de veículos. Segundo a investigação, os suspeitos roubavam os carros em Goiás e revendiam no Tocantins e Mato Grosso. Onze pessoas foram detidas.

De acordo com a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veiculos Automotores (Derfvra), a investigação começou em setembro do ano passado, após uma denúncia recebida pela Polícia Civil do Tocantins. Diligências identificaram os suspeitos de roubar os carros e dar uma aparência de legalidade aos veículos para a revenda.

A polícia descobriu que o grupo era chefiado por um homem, que foi preso em março deste ano. Porém, mesmo em um presídio, ele passou a orientar seu irmão e manteve o esquema de clonagem dos veículos.

Assim, equipes da Derfvra cumpriram nesta manhã seis mandados de busca e apreensão e oito de prisão preventiva nas cidades de Goiânia, Goianira, Abadia de Goiás e Guapó. No entanto, o número de presos suspeitos de envolvimentos nos crimes foi de 11 pessoas.

Durante a operação foram apreendidos carros roubados, armas de fogo, documentos falsos e drogas.

Os detidos poderão responder pelos crimes de roubo, receptação de veículo roubado, falsificação de documentos, adulteraçã de sinal de veículos e tráfico de drogas. Agora, a investigação continua para identificar outros suspeitos.

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.