Portaria libera R$ 2,8 milhões para municípios atingidos por tornado em SC

brasilPortaria do Ministério da Integração Nacional publicada hoje (27) no Diário Oficial da União autoriza a liberação de R$ 2,8 milhões para ações de socorro nos municípios catarinenses de Xanxerê e de Ponte Serrada. As cidades foram atingidas por um tornado na última segunda-feira (20). De acordo com o texto, considerando a natureza e o volume de ações a serem implementadas, o prazo de execução das obras e serviços será 180 dias.

Outra portaria, do Ministério das Cidades, também publicada no Diário Oficial da União,disponibiliza recursos para reforma das moradias e construção habitacional por intermédio do Programa Minha Casa, Minha Vida em áreas urbanas e rurais. A transferência de recursos, segundo a publicação, será feita mediante assinatura de termo de compromisso firmado com a Caixa Econômica Federal.

A portaria estabelece o prazo de 60 dias para que os municípios entreguem ao ministério uma proposta de atendimento às famílias e às áreas atingidas pelo tornado. O documento deverá detalhar a quantidade e o valor estimado das intervenções previstas.

A presidenta Dilma Rousseff visita hoje as áreas afetadas pelo tornado que atingiu Santa Catarina. Acompanhada do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, ela deve anunciar ações do governo federal de auxílio à recuperação da região.

De acordo com a Defesa Civil do estado, neste momento, 1.273 profissionais e 252 veículos trabalham no atendimento às vítimas do tornado.

Em Xanxerê, o total de desabrigados chega a 539. O número de desalojados chega a 4. 275. Foram registrados ainda duas mortes e 97 feridos. O volume de edificações públicas danificadas chega a nove, enquanto os prédios residenciais atingidos pelo tornado alcançam 2.188. Além disso, 235 casas foram totalmente destruídas.

Em Ponte Serrada, 77 pessoas estão desabrigadas e 1.050, desalojadas. O município registra também 27 feridos, uma edificação pública danificada e 252 residências afetadas, além de 24 casas totalmente destruídas.

ABr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios