Policial temporário morre após ser atingido por facada em cavalgada

Agente foi ferido durante festa na zona rural de Cocalzinho de Goiás.

cavalgadaUm integrante do Serviço de Interesse Militar Voluntário Especial (Simve) morreu, na noite de sábado (11), após ser atingido por um golpe de faca durante uma cavalgada na zona rural do distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. João Batista Ribas Filho, de 26 anos, chegou a ser levado para o Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas de Goiás , mas não resistiu e morreu.

De acordo com o boletim de ocorrência, ainda não há informações sobre o motivo do crime. A polícia também não identificou o autor da facada. O caso será apurado pelo Grupo de Investigação de Homicídios de Águas Lindas de Goiás.

O crime aconteceu durante a folga de João Batista. Irmão da vítima, Abel Ribas disse aoG1 que, na manhã de sábado, o irmão separou uma briga durante a cavalgada. No entanto, ele não sabe se o assassinato teve relação com o fato. “A gente só sabe que ele estava parado no balcão de um bar e chegou um cara por trás e deu a facada”, relata.

Abel afirma que o irmão não tinha desafetos. O velório e o sepultamento ainda não têm horários definidos, mas devem ocorrer em Taguatinga (DF), onde a família da vítima mora.

A Polícia Militar lamentou, em nota, a morte do policial temporário. O órgão afirma ainda que vai prestar todo o apoio necessário à família.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios