Aparecida de Goiânia, domingo, 11 de abril de 2021

Polícia vai investigar quem espalha baixaria no whatssap contra prefeito e família

Marcus Vinicius
30 de março de 2021

Campanha de ódio e fake news via WhatsApp tem feito ataques contra Gustavo Mendanha, seu pai e filhos

Disparo em massa de Whatsapp tem propagado uma campanha de ódio e fake news contra o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), e sua família que tem sofrido nos últimos dias com a Covid-19.

O prefeito disse que vai registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos para investigar os fatos.

Os disparos em massa teria começado no início da segunda quinzena de março. O conteúdo ataca o prefeito por promover o isolamento social intermitente por escalonamento regional e por não ter seguido o decreto do governador Ronaldo Caiado (DEM) publicado no dia 17 de março.

Nem o pai do prefeito, o ex-deputado estadual Léo Mendanha, que tem cerca de 90% dos pulmões comprometidos foi poupado pela campanha de ódio. Em uma transmissão ao vivo no Instagram, o prefeito de Aparecida lamentou o fato.

Além do pai, Leo Mendanha, o prefeito está com a esposa e filhos em tratamento contra a Covid-19.

“Pode questionar os meus atos de governo a vontade, mas faça isso de frente, fora do anonimato e sem atacar a minha família, ainda mais meu pai que neste momento está lutando contra a Covid”, sublinhou Gustavo.

Testagem

Os ataques ao prefeito e sua família nãolevam em conta o êxito de sua gestão no combate à Covid-19.

Aparecida de Goiânia é a cidade que mais tem investido na testagem em massa para diagnóstico da Covid-19.

Até 25 de março, o município foi o que mais realizou exames no estado de Goiás, ultrapassando a marca de 231 mil. Todos eles do tipo RT-PCR, padrão ouro para diagnóstico da doença, conhecido popularmente como “teste do cotonete”.

O número equivale a 45% de todos os testes RT-PCR realizados em Goiás, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde. Ao todo, no estado, foram realizados 516.921 exames desse tipo. Em Aparecida, são mais de 1,5 mil pessoas testadas diariamente, pela Prefeitura, desde o início do enfrentamento ao novo Coronavírus

Pesquisa mostra Aparecida com menos óbitos entre as maiores cidade da região metropolitana

Em relação às cidades da região metropolitana da Capital Aparecida de Goiânia é o município com o segundo menor percentual que define a taxa de infecção e a letalidade.

Trindade figura com a taxa mais alta de infecçãoe mortes: 3,94%, considerando que a taxa nacional é de 2,16%. A “Capital da Fé” tem uma população de cerca de 100 mil, e apresenta 183,33 mortes para cada 100 mil habitantes.

Goiânia aparece a seguir com 2,77% de taxa de contaminação e uma taxa de 215,81 óbitos por 100 mil habitantes; Anápolis registra 2,63% e taxa de 164,38 mortes/100 mil hab, contra 2,61% de Hidrolândia com taxa de 189,38/100 mil.

 Aparecida  de Goiânia tem 1,72% diante da média nacional de 2,16% e taxa de letalidade de 150,14/100 mil habitantes. Senador Canedo aparece com 1,5% e 132,.54/100 mil. Bela Vista de Goiás, embora tenha uma taxa de infecção maior (2,14%), tem taxa de letalidade menor entre as cidades pesquisas: 118/100 mil.

Os dados da pesquisa foram tabulados pelo pesquisador Wesley Costa, da Universidade Federal de Viçosa.

Os ataques à Gustavo confirmam o velho ditado dos nossos avós:

"Ninguém joga pedra em árvore que dá frutos"

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram