Polícia

Polícia registra 7 homicídios em 4h em Goiânia e Aparecida de Goiânia

Suspeita é que os crimes estejam relacionados ao tráfico de drogas, diz PM.

A Polícia Civil registrou 7 homicídios em 4h, em Goiânia e Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. A suspeita é que cinco dos crimes tenham sido cometidos pelas mesmas pessoas. Segundo a Polícia Militar, a maioria dos crimes pode estar relacionada ao tráfico de drogas, visto que a maioria das vítimas era usuária de drogas.

Segundo a polícia, os crimes aconteceram entre 22h de quinta-feira (2) e 2h desta sexta-feira (3). Vizinhos de algumas das vítimas viram um carro vermelho saindo em alta velocidade após os crimes. Os casos estão sendo investigados pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) e pelo Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia.

De acordo com a polícia, os primeiros crimes aconteceram por volta das 22h de quinta-feira (2), no Solar Bougainville, na capital. Segundo testemunhas, dois homens estavam sentados na calçada quando um carro vermelho se aproximou e disparou vários tiros.

Cerca de uma hora depois, no Bairro Cardoso 2, em Aparecida de Goiânia, três homens foram mortos com tiros na cabeça na porta da casa de uma das vítimas, na Avenida Anchieta. Segundo vizinhos, dois veículos, um deles também vermelho com as mesmas características do crime anterior, foram vistos próximo ao local do crime e fugindo momentos depois dos tiros.

De acordo com a Polícia Militar, a maioria das vítimas eram usuárias de drogas. Para o perito criminal Wanderli Rodrigues de Souza, a suspeita é que os cinco primeiros crimes possam ter alguma ligação. “Nós chamamos de modus operandi, muito semelhantes. Até porque as cinco vítimas tem dois tiros na cabeça”, afirmou.

O sexto homicídio foi de um homem que estava próximo a uma faculdade, no Jardim Luz, em Aparecida de Goiânia. Segundo a polícia, a vítima recebeu vários tiros e ainda não foi identificada. A corporação ainda não tem pistas de quem pode ter cometido o crime.

Nesta madrugada, por volta das 2h, um jovem foi baleado na cabeça e morreu no Parque Anhanguera 2, região sudoeste da capital. Segundo a Polícia Militar, a vítima estava sem documentos em frente a uma igreja quando foi baleada por uma pessoa que estava em uma moto. De acordo com a PM, próximo ao corpo do rapaz foi encontrado um cachimbo de crack.

G1

Comentar

Clique aqui para comentar

Deixe uma resposta