Polícia prende quadrilha especializada em roubo de veículos e tráfico de drogas durante operação

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Polícia Civil prendeu seis suspeitos durante Operação Mercadores

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DERFRVA), desarticulou uma organização criminosa que praticava crimes de roubo de veículos e de tráfico de drogas em Goiânia, Trindade e Varjão. Numa operação denominada “Mercadores”, desencadeada na madrugada desta quarta-feira (26/04), os policiais cumpriram os mandados de prisão contra Domingos Felix de Araújo, de 44 anos; Juscelino José da Rocha, 54; Victor Silva Parente, 20; e Alan Kaique Peres da Silva, 21 anos. Outro integrante da organização já se encontra preso desde o ano passado na Casa de Prisão Provisória, suspeito de homicídio.

De acordo com o delegado adjunto da DERFRVA, José Antônio de Podestá Neto, que coordenou a operação, um outro investigado, Rildo Aguiar de Almeida Junior, de 18 anos, também foi preso por porte ilegal de drogas, mas, foi liberado após ser ouvido pela polícia. Um homem e uma mulher suspeitos de participar das atividades criminosas do grupo continuam foragidos. A organização, segundo declarou, praticava crimes de roubo de veículos e de tráfico de drogas em Goiânia, Trindade e Varjão.

José Antônio de Podestá Neto afirmou que as investigações tiveram início em julho de 2016, quando foi identificado o início das atividades da organização. “Nós começamos as investigações para apurar o roubo de veículos, no entanto, durante o processo de apuração, identificamos uma logística que envolvia o tráfico de drogas e a participação de mais pessoas”, disse o delegado.

Para a operação Mercadores, nesta quarta-feira, a DERFRVA contou com o apoio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) e da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc).

Alguns veículos foram apreendidos com os integrantes e, segundo o delegado Podestá, vai ser apurado se se tratam de roubos ou se foram adquiridos com dinheiro do tráfico. Os detidos devem responder pelos crimes de associação criminosa armada, associação para o tráfico e tráfico de drogas. Eles serão encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, apresenta organização criminosa que praticava roubo de veículos e tráfico de drogas em Goiânia, Trindade e Varjão: Operação Mercadores foi desencadeada na madrugada desta quarta-feira (26/04)

 

Denuncias e Informações? Chat via WhatsApp