PM registra quatro homicídios em menos de 12 horas em Goiânia

homicidioA Polícia Militar registrou quatro homicídios em menos de 12 horas em Goiânia. Os crimes aconteceram nos bairros São Judas, Finsocial, Setor dos Funcionários e Setor Central. Em nenhum dos casos há informações sobre a autoria ou motivação dos assassinatos.

O primeiro homicídio foi registrado por volta de 22h30 na Avenida Presidente Kennedy, no Setor São Judas. A vítima, um homem de 43 anos, foi morta a tiros. Segundo testemunhas informaram à PM, duas pessoas se aproximaram do homem a pé, efetuaram vários disparos e fugiram em seguida. A motivação e os autores ainda são desconhecidos.  Ainda de acordo com a polícia, a vítima tinha registro de cinco passagens.

Pouco depois, às 23h, um homem de 31 anos foi encontrado morto na Rua VF 17, no Setor Finsocial. Segundo a polícia, a vítima foi morta a tiros e nenhuma testemunha soube dizer quem foi o autor do homicídio.

Na Avenida Anhanguera, no Setor dos Funcionários, duas mulheres foram abordadas por um homem armado que se aproximou em uma moto e deu voz de assalto. Segundo a polícia, o suspeito exigiu que as vítimas entregassem as chaves do carro no qual estavam, um VW Gol. Não se sabe se elas reagiram, mas o criminoso efetuou vários disparos que atingiram a ambas e fugiu.

Ainda de acordo com a PM, a vítima que ocupava o banco do motorista, uma mulher de 29 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A outra vítima, que segundo a polícia é irmã primeira, também ficou ferida e foi encaminhada ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

Já na madrugada deste domingo (20), à 1h20, na esquina da Rua 1 com a Rua 8, no Setor Central, um homem de 44 anos foi assassinado a facadas. Testemunhas relataram à PM que a autora foi uma mulher que fugiu em um táxi. Não há informações sobre a identidade da mulher, nem a motivação.

Todas as ocorrências foram encaminhadas à Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH).

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios