Plantio de soja está suspenso por três meses no DF

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

sojaA partir do dia 1º de julho, o Distrito Federal entra no período do Vazio Sanitário da Soja, que se estenderá até 30 de setembro. A medida consiste em eliminar as plantas de soja do solo, inclusive as decorrentes de germinação espontânea, para reduzir a proliferação d do fungo Phakopsora Pachyrizi, causador da Ferrugem Asiática.

A doença, que já acarretou perdas de mais de R$ 4 bilhões nas lavouras brasileiras, é facilmente eliminada dessa forma, uma vez que não haverá plantas no solo da capital para que ela se prolifere. O fungo dessa praga, segundo especialistas, é responsável por até 80% de perda da soja.

De acordo com a Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri), o Vazio Sanitário é uma medida obrigatória. Os produtores rurais que descumprirem a norma e plantarem a oleaginosa podem receber multa que varia de R$ 15 mil a R$ 50 mil.

Durante os três meses em que vigorar a medida no DF, haverá fiscalização nas propriedades. A pasta, no entanto, pede aos agricultores que auxiliem nesse processo e denunciem agricultores que infringirem a regra.

As denúncias podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo telefone 3051-6422. Para esse procedimento, não é necessário se identificar.

GDF

Notícia postada em  

  • 1 de julho de 2014
  • Da Redação