Pesquisadores usam realidade virtual para tratar usuários de drogas

0
60

pesquisadoresPesquisadores da Universidade de Huston, no Texas, estão usando métodos de realidade virtual para auxiliar a recuperação de pessoas que sofrem de dependência de drogas. O sistema funciona por meio de um mundo virtual com alto grau de realismo para recriar situações que favoreceriam o uso de drogas recreativas como nicotina e álcool, e de substâncias mais pesadas, como heroína.

Nas simulações, os usuários seriam submetidos a estratégias para superarem a dependência a algumas das substâncias, de forma a evitar o consumo em situações sociais. O equipamento consiste em visores e fones de ouvido, e a simulação se passa em, por exemplo, uma festa. Uma vez imergidos, os voluntários passarão por situações de convite ao uso das substâncias.

A ideia é que, em um ambiente realista – porém controlado e sem acesso de fato à substância –, os usuários possam aprender a evitar o consumo. O pesquisador Patrick Bordnick, diretor do laboratório responsável, o realismo é fundamental para o sucesso do projeto. Os pesquisadores estão utilizando aromas artificiais, como fumaça de cigarros de nicotina, para tornar mais realista o ambiente virtual. Em breve, as simulações vão abarcar situações de uso de heroína.

GGN