Aparecida de Goiânia, sexta-feira, 17 de setembro de 2021
Pesquisa CNT-MDA

Pesquisa mostra Bolsonaro com 63% de rejeição e Lula liderando a corrida presidencial

Redação
5 de julho de 2021

Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira (5) mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderando as intenções de voto para a Presidência da República. De acordo com o levantamento, o petista tem 41,3% do total, ante 26,6% de Jair Bolsonaro (sem partido).

Na sequência aparecem Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (sem partido), ambos com 5,9%, o governador João Doria (PSDB), com 2,1%, e o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 1,8%. Votos brancos e nulos somam 8,6%, e os indecisos são 7,8%.

De acordo com a pesquisa estimulada, Lula estaria próximo de uma vitória já no primeiro turno, pois tem 41,3%, ante 42,3% da soma de seus adversários. Na espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados, ele aparece com 27,8%, enquanto Bolsonaro tem com 21,6%. Os indecisos chegam a 38,9%. Ciro tem 1,7% das citações, e Moro e Doria, 0,7% cada.

Em um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o ex-presidente teria 52,6%, ante 33,3% do atual ocupante do Palácio do Planalto. Neste cenário, 11,5% votariam branco ou nulo.

A sondagem confirma a liderança de Lula atestada também pelo Ipec, instituto fundado por ex-executivos do Ibope Inteligência, em pesquisa divulgada em 26 de junho. Ali, ele lidera a preferência do eleitorado com 49%, enquanto Bolsonaro aparece com 23%.

Rejeição de Bolsonaro

Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda (5) mostra que a rejeição a Jair Bolsonaro chegou a 63%,  o mais alto número desde o início do mandato do presidente.

No início da atual gestão, sua rejeição era de 28%.

Desde a última pesquisa, feita em fevereiro, a rejeição cresceu em 12%.

A aprovação, por outro lado, diminuiu em 10% desde a última pesquisa (fevereiro/21) e 23% desde a primeira sobre atual governo (fevereiro/2019).

Esses são os piores números de Bolsonaro nos últimos dois anos e meio.

O recorde de rejeição se dá após serem revelados escândalos envolvendo a aquisição de vacinas.

A pesquisa também mostra que a prioridade de 45,1% dos brasileiros na próxima eleição é “Bolsonaro não ser reeleito”.

O levantamento também mostrou que o ex-presidente Lula tem uma vantagem de 14,7% sobre Bolsonaro em 2022: são 41,3% do petista e 26,6% do atual mandatário.]

Confira aqui o relatório completo

Com informações da RBA e do DCM

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram