Bem-vindo(a) à Aparecida de Goiânia
Pesquisa

Pesquisa Ipespe mostra Lula a frente de todos e Bolsonaro com desaprovação alta

Redação
4 de novembro de 2021

Pesquisa da XP-Ipespe divulgada na quarta-feira (3) indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganharia em todos os cenários em um eventual segundo turno nas eleições de 2022. Ele varia entre 41% e 42% das intenções de voto. Jair Bolsonaro, por sua vez, tem de 25% a 28% nos cenários pesquisados e perderia para todos os candidatos indicados pelo Ipespe, também num eventual segundo turno. Os dados foram publicados pelo jornal Valor Econômico.

Em um cenário espontâneo, ou seja, sem mostrar opções, Lula tem 31% dos votos, Bolsonaro 24% e Ciro Gomes (PDT), 3%. Sergio Moro, João Doria (PSDB), Luiz Henrique Mandetta (DEM), Eduardo Leite (PSDB) e Datena, somados, chegam a 4% das intenções de voto. Outros 30% não sabem ou não responderam e 8% afirmam que votariam em branco ou nulo. Já quando apresentadas as opções, em um primeiro panorama, Lula tem 42%, seguido do atual presidente, com 28%, e Ciro, com 11%. Os outros três candidatos somados não chegam a 9%.

No segundo cenário, sem João Doria e incluindo Eduardo Leite (PSDB), Simone Tebet (MDB), Sergio Moro, Datena e Alessandro Vieira (Cidadania), Lula aparece com 41% e Bolsonaro, 25%. Ciro vem em seguida, com 9%, à frente de Moro, com 8%. Os demais não passam de 3%.

Segundo turno

Na simulação do Ipespe de um possível segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista sai na frente, com 50% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 32%. Na mesma pesquisa feita em março de 2021, Lula tinha 40% das intenções de voto e Bolsonaro, 41%.

Já em um cenário entre Lula e Sergio Moro, os percentuais são 52% contra 34%. Em um segundo turno entre Lula e Ciro, o petista venceria com 49% contra 29%. Nos outros dois cenários, contra os tucanos Doria e Leite, Lula também ganharia: 51% contra 23% e 50% contra 22%, respectivamente.

Desaprovação a Bolsonaro

Também foram questionados eventuais segundos turnos somente com Bolsonaro. Nesses casos, ele perderia a disputa para todos. Contra Ciro Gomes, o pedetista tem 44% das intenções de voto, enquanto o atual presidente apenas 34%. Já João Doria aparece com 40%, contra 35% de Bolsonaro. Por fim, Eduardo Leite teria 37% dos votos, contra 34% do atual presidente.

A avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro atingiu o segundo maior percentual desde 2019. Dos entrevistados, 54% afirmam que a gestão é “ruim ou péssima”. Para 20% é “regular” e para outros 24% é “ótima ou boa”.

Com o valor dos combustíveis nas alturas e uma inflação galopante, 67% dos entrevistados afirmam que a economia está no caminho errado, uma alta de 3% em relação ao mês anterior.

Finte: RBA

DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES?

envie um email para

[email protected]

2005 - 2021
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram