Peru revela rosto de múmia pré-Inca que viveu há 1.700 anos

0
85
mumia
mumia

Múmia conhecida como La Señora de Cao foi encontrada em 2005 com objetos valiosos

O Peru revelou, em uma cerimônia no Museu de La Nación, em Lima, o rosto de uma antiga múmia matriarca pré-Inca. Acreditam que tenha governado o norte do Vale de Chicama, há cerca de 1.700 anos.

Usando a tecnologia forense 3D, os arqueólogos recriaram as características faciais a partir de restos mumificados e bem preservados. Os restos mostraram vestígios de tatuagens de aranha e cobra e, por isso, a matricarca recebeu o apelido de A Senhora Tatuada. Acredita-se que ela tenha morrido com idade entre 25 e 30 anos, depois de um parto.

“A tecnologia nos permite ver o rosto da governante político-religioso-cultural do passado”. Disse o ministro da Cultura Salvador del Solar. Em uma cerimônia na sede do ministério, que ocorreu antes que a réplica fosse revelada nesta terça-feira (5).

Uma equipe de 30 especialistas de diferentes campos de atuação e diferentes países trabalharam para recriar a imagem de La Señora de Cao. Que recebeu o nome de uma cidade próxima.

Os especialistas basearam-se na múmia bem preservada que incluía o crânio, a linha da testa, as maçãs do rosto e os dentes. Para estabelecer as características e também levaram em conta as fotografias dos moradores.

La Señora de Cao foi descoberta em 2005, enterrada junto com 100 quilos de relíquias funerárias e objetos valiosos. Embora os arqueólogos ainda não tenham evidências claras sobre seu papel entre a cultura Moche. Sua tumba indica que tenha sido governante ou membro de uma família importante.