Pedro Corrêa negocia delação e cita Wagner, Aldo e Aécio

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Os ministros da Casa Civil e da Defesa, Jaques Wagner e Aldo Rebelo, foram citados pelo ex-presidente do PP, Pedro Corrêa, em negociações para delação premiada com a equipe da Procuradoria-Geral da República e da Operação Lava Jato. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Corrêa teria afirmado ainda que tem informações capazes de comprometer cerca de 100 políticos e também citou o senador e presidente do PSDB Aécio Neves.

O ex-presidente do PP foi condenado a 20 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no esquema da Petrobras e está preso em Curitiba (PR).

Terra

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.