Passageiros avaliam de forma positiva o aeroporto JK, em Brasília

0
36

aeroportoA Copa do Mundo deste ano obrigou o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek a passar por uma profunda transformação. A expansão do único terminal da capital do país causou transtornos aos passageiros, mas os problemas começam a ser resolvidos. Viajantes ouvidos por uma pesquisa realizada pela Secretaria de Aviação Civil destacaram melhorias na maioria dos serviços prestados, levando o complexo da cidade a ser o oitavo mais bem avaliado entre 15 em todo o país. Eficiência dos funcionários no check in, disponibilidade de banheiros e conforto no embarque foram alguns dos itens apontados como positivos pelos entrevistados. Por outro lado, eles reclamaram de dificuldades para conectar a rede wi-fi e a demora na restituição das bagagens.

Quem tem o hábito de viajar com frequência percebeu que o terceiro aeroporto mais movimentado do país está mais moderno. A servidora pública federal Maria de Lurdes da Silva, 58 anos, elogiou os ambientes mais espaçosos com a expansão. “Os banheiros ficaram maiores e as áreas para andar também. A instalação de esteiras foi outro fator agradável, pois facilita e diminui os deslocamentos”, observou. Embora satisfeita com as mudanças, ela não deixou de criticar alguns serviços, como o preço dos alimentos. “Eu evito comer em aeroporto por considerar um abuso os preços cobrados”, disse. Mas a opinião dela parece não refletir a da maioria dos passageiros ouvidos no levantamento. Segundo o estudo, outro ponto positivo notado pelos turistas foi exatamente melhoria nas taxas dos produtos comercializados no local.

Por meio de nota, a Inframérica, empresa que administra o aeroporto de Brasília, garantiu que o resultado da pesquisa é fruto do investimento de R$ 1,2 bilhão nos últimos 17 meses. “Hoje, o Aeroporto de Brasília tem capacidade para atender até 25 milhões de passageiros por ano em um termina”, informou a organização. Sobre os problemas apontados pela pesquisa, como conexão com a internet, a empresa esclareceu que haverá mudanças para melhorar o sinal do wi-fi. “A rede será substituída por um sistema mais moderno. Os Píeres Norte e Sul, que já possuem o novo sistema, receberão novas antenas para melhorar a navegação dos passageiros na internet. Com a nova instalação, a qualidade vai melhorar”, garante a nota.

Correiobraziliense