Parlamentar britânica Jo Cox morre após ataque; homem é detido

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Um homem foi detido, mas ainda não se sabe as circunstâncias do crime.

A parlamentar britânica Jo Cox, do Partido Trabalhista, morreu após ser baleada em um ataque nesta quinta-feira (16) em Birstall, perto de Leeds, na Inglaterra.  A notícia da morte foi divulgada pela polícia às agências AP e Reuters.

Vários veículos afirmaram que ela também foi apunhalada, segundo a agência “France Presse”. Um homem de 52 anos foi detido por suspeita de participar do ataque. Ainda não há informações sobre as circunstâncias do crime.

De acordo com a emissora de TV “BBC”, testemunhas disseram que Jo Cox ficou caída no chão após ser atingida. Ela tinha 41 anos, é casada e mãe de dois filhos.

Jo Cox foi eleita para o Parlamento para representar Batley e Spen, em Yorkshire, em maio de 2015, segundo a “CNN”. Antes de ser eleita, ela trabalhou para a organização internacional Oxfam, uma ONG que presta ajuda humanitária.

O primeiro-ministro inglês, David Cameron, disse estar preocupado com o ocorrido. “Nossos pensamentos e orações estão com Jo e sua família”, declarou no Twitter, já antes da morte ser divulgada.

Em sua página no Twitter, a parlamentar defendia a permanência do Reino Unido na União Europeia. “A imigração é uma preocupação legítima, mas não é uma boa razão para deixar a União Europeia”, afirmou.

Denuncias e Informações? Chat via WhatsApp