Parentes cobram punição para motorista que matou 5 em acidente

0
100

Vítimas estavam em um VW Fusca quando foram atingidos na GO-330.

Parentes das cinco pessoas da mesma família que morreram em um acidente na GO-330, em Campo Limpo de Goiás, querem que o caso não fique impune. Durante o enterro das vítimas, que aconteceu no domingo (24), em um cemitério de Anápolis, o sentimento de dor e revolta se misturavam. “É muita dor. A gente pede é mais justiça mesmo, não deixar o cara [condutor responsável pela colisão] impune. Ele tem que pagar pelo crime que cometeu”, disse o horticultor Edimar Pereira.

As vítimas viajavam em um VW Fusca e iam pescar em uma chácara. De acordo com Polícia Rodoviária Estadual, um motorista de 23 anos que seguia em um VW Fox no sentido contrário invadiu a pista e colidiu contra o veículo da família. Em seguida, o Fox ainda atingiu um Chevrolet Classic, que estava atrás do Fusca.

Todos os ocupantes do Fusca morreram no local do acidente. Segundo peritos do Instituto Médico Legal, o veículo era conduzido por um homem de 54 anos. A mulher dele, de 44, viajava no banco da frente. No assento traseiro estavam a filha do casal, de 23 anos, o marido dela, de 24, e o filho deles, de 2 anos.

O condutor do Fox foi levado ao Hospital Municipal de Anápolis. Após avaliação, a equipe médica o liberou. No entanto, ele foi preso em flagrante.

Segundo o registro da Polícia Civil, policiais rodoviários informaram que ele não soprou o bafômetro, mas só de aproximar a boca junto ao equipamento, ele constatou 0,22 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Uma testemunha ainda relatou que o jovem dirigia em zigue-zague e em alta velocidade. Por esses motivos, o motorista responderá por homicídio doloso.

Para os familiares das cinco vítimas, o condutor que provocou o acidente tem que continuar preso. “Que a justiça da Terra seja feita, que ele não fique solto para cometer outros crimes como ele fez tirando essas cinco vidas”, disse a diarista Eliana de Fátima Oliveira.

G1