Para não chorar de novo, Brasil pega Colômbia e tenta superar as últimas Copas

neyOs brasileiros choraram de alegria (e de alívio) após a tensa classificação para as quartas de final da Copa do Mundo contra o Chile. Conseguiram marcar presença entre as oito melhores seleções do torneio repetindo campanhas alcançadas em todos Mundiais desde 1994. Gabaritaram-se para enfrentar a Colômbia, umas das seleções com 100% de aproveitamento, às 17h desta sexta-feira no Castelão, em Fortaleza.

A missão agora é maior: não chorar de tristeza como nas últimas Copas. A seleção brasileira tem de superar uma das sensações desta edição para ao menos conseguir uma campanha melhor do que a dos dois últimos torneios. Em 2006 e em 2010, contra França e Holanda, o Brasil caiu nesta fase. Deixou para trás o sonho do hexa, que só seguirá vivo em 2014 caso o Brasil passe pelo rival sul-americano.

O Brasil ainda não conseguiu encaixar seu jogo contra seleções latino-americanas nesta Copa. Travou contra o México, quando ficou no 0 a 0 e por pouco não perdeu para o Chile. Ficou no 1 a 1 e só passou nos pênaltis. Chorado. Para ter um desempenho melhor, Felipão fez uma mudança forçada no meio campo e o deixará mais leve com a saída de Luiz Gustavo e a entrada de Paulinho, que terá mais liberdade para chegar ao ataque.

O técnico também fez alguns testes durantes os treinos nesta semana e cogita sacar Fred para a entrada de Henrique caso a partida se desenhe favorável ao Brasil. Sobre a Colômbia, Felipão só tem elogios.

“Eu gosto de ver jogar a Colômbia. Está muito bem organizada, trabalha bem a bola, jogadores com boa disciplina tática e com qualidade técnica, nada diferente do meu time. Então vai ser um bom jogo de futebol. Respeitamos, admiramos, mas sabemos que temos algumas qualidade que podem causar bastante dano à Colômbia”, disse, na véspera da partida.

Os colombianos estão eufóricos. Já fazem a melhor campanha da história do país em Mundiais. Nunca foram tão longe e somam neste Mundial mais vitórias (quatro) do que nas outras quatro participações (três). Os torcedores da Colômbia chegam em bom número a Fortaleza e prometem fazer barulho. E os jogadores não querem decepcioná-los.

“Todos esses gestos são muito bonitos. Nos dá mais responsabilidade de fazer as coisas bem, mas também nos dá confiança. Que Deus nos abençoe para alegrar os colombianos ainda mais”, disse o lateral-direito Camilo Zuñiga. O técnico José Pekerman não confirmou a escalação, mas sinalizou que manterá a mesma equipe que bateu o Uruguai nas oitavas de final.

Retrospecto

Brasil e Colômbia nunca se enfrentaram em uma Copa do Mundo. Esta é apenas a quinta participação colombiana em Mundiais. No total as duas equipes se enfrentaram 25 vezes, com 15 vitórias brasileiras, oito empates e dois triunfos da Colômbia, o último em 1991. Nas últimas quatro partidas entre eles há equilíbrio: foram quatro empates, três por eliminatórias para as Copas de 2006 e 2010 (todos por 0 a 0) e em um amistoso em novembro de 2012: 1 a 1.

FICHA TÉCNICA – BRASIL x COLÔMBIA

Local: Castelão, em Fortaleza

Data: 4 de julho de 2014, sexta-feira

Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Carlos Velasco (ESP)

Assistentes: Roberto Alonso e Juan Carlos Yuste, ambos da Espanha

Prováveis escalações

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Fernandinho, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari

COLÔMBIA: Ospina; Zuñiga, Yepes, Zapata e Armero; Aguilar, Sánchez, Cuadrado e James Rodríguez; Ibarbo e Gutiérrez. Técnico: José Pekerman

IG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios