Para Jon Jones, vitória de St-Preux seria “melhor dia da vida” de Cormier

0
548

Ex-campeão do meio-pesado do UFC afirma que o atual dono do cinturão não merece ser respeitado e que pretende lutar no UFC 200 ou no primeiro evento em Nova York

Mesmo não enfrentando mais o campeão do peso-meio-pesado no UFC 197, Jon Jones continua a alfinetar o dono do cinturão. Na provocação mais recente, “Bones” disse que se Ovince St-Preux, que substituiu Daniel Cormier na luta principal do evento, vencesse, DC ficaria mais contente do que no dia em que herdou o título da categoria.

– Fica difícil para o DC dizer que ele não está, pelo menos, nervoso. DC pode dizer: “Eu não estou assustado. Eu não estou nervoso”. Mas quando você oferece pagar o cara (Ovince St-Preux) para treinar e ganhar de mim… ele mostrou quem ele é. Ele mostrou que está nervoso e que se ele (OSP) ganhar, seria o melhor dia da vida dele – disse ao site “MMA Junkie”, lembrando da proposta feita pelo campeão para dar um camp a St-Preux em sua academia, de graça.

O líder do ranking peso-por-peso da organização também contou que, se não se machucar muito, gostaria de estar presente no card do UFC 200. Caso não consiga, Jones disse que o primeiro evento em Nova York também o deixaria satisfeito para a segunda luta contra Cormier.

“Bones” confessou que sabia quase nada sobre seu adversário do dia 23 deste mês, mas afirmou que tem estudado “OSP” sem parar. Apesar da intriga que tem com Cormier, Jon Jones afirmou que não transfere a rivalidade para o novo adversário.

– Eu vou dar a ele o respeito que ele merece, que é a minha única e total atenção. Eu sei que parece um pouco engraçado depois da minha discussão com DC, mas DC não merece o meu respeito. Muitos fãs me dizem: “Jon, não tente discutir com DC. É só uma estratégia para você não focar contra Ovince St-Preux”. Mas eu só lido com DC no Twitter por um segundo e depois o meu dia inteiro é sobre Ovince. Ele tem minha única e total atenção – disse o ex-campeão, que antes da lesão de Cormier falava que pensava o dia inteiro no dono do cinturão.

“Bones” tem 21 vitórias (nove por nocaute ou nocaute técnico) e apenas uma derrota na carreira, por causa de cotoveladas ilegais, que geraram uma desclassificação. Ele vem de uma sequência de 12 triunfos, mas não é dono do cinturão porque se envolveu em um acidente de carro em que não prestou socorro.

“OSP” é dono de um cartel com mais derrotas. O novo adversário de Jon Jones venceu 19 vezes (também nove por nocaute ou nocaute técnico) e perdeu em sete ocasiões (cinco delas por decisão). St-Preux venceu sua última luta contra Rafael Feijão, mas perdeu a anterior para Glover Teixeira.

UFC 197
23 de abril de 2016, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h de Brasília):
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Ovince St. Preux
Peso-mosca: Demetrious Johnson x Henry Cejudo
Peso-leve: Anthony Pettis x Edson Barboza
Peso-médio: Robert Whittaker x Rafael Natal
Peso-pena: Yair Rodriguez x André Fili
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h30 de Brasília):
Peso-mosca: Sergio Pettis x Chris Kelades
Peso-meio-médio: Danny Roberts x Dominique Steele
Peso-palha: Carla Esparza x Juliana Lima
Peso-leve: Glaico França x James Vick
Peso-pesado: Walt Harris x Cody East
Peso-meio-pesado: Marcos Pezão x Clint Hester
Peso-leve: Efrain Escudero x Kevin Lee

Combate.com