Padrasto diz que enteado matou surdo-mudo para se defender, em GO

Adolescente foi beleado e está internado; padrasto foi detido, em Goiânia.

surdo-mudo-suspeitoO homem preso suspeito de envolvimento na morte de um surdo-mudo, de 38 anos, em Goiânia, afirma que o enteado de 17, apontado como o autor do crime, “se defendeu”. O adolescente foi baleado na confusão e está hospitalizado.

“Ele [vítima] chegou próximo de nós no ponto de ônibus, com a mão na cintura, e fez um gesto de atirar no meu filho, que partiu para cima dele e deu no que deu”, relatou o homem detido.

O homicídio aconteceu na madrugada de domingo (8), na Avenida Leopoldo de Bulhões, no Setor Pedro Ludovico. De acordo com o delegado Valdemir Pereira, responsável pelo caso, antes do crime, os três envolvidos discutiram em um bar, onde faziam o consumo de bebidas alcoólicas.

Em seguida, o homem e o enteado foram embora, mas a vítima os seguiu de carro até o ponto de ônibus e atirou. “Tudo indica que a vítima efetuou disparo contra os autores. Na reação, eles tomaram a arma do surdo-mudo e dispararam contra ele”, relatou Pereira.

O padrasto e o enteado também acabaram feridos e foram levados para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Após atendimento, o homem foi encaminhado para a delegacia, onde seguia detido na manhã desta segunda-feira (9). Já o menor segue hospitalizado em estado estável e ainda será ouvido.

Para o delegado, o homicídio foi cometido “sem motivo aparente”. “A vítima estava embriagada, os autores também, de repente eles começaram a discutir, houve luta corporal, e isso resultou no homicídio”, ressaltou.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios