Pacientes reclamam da falta de vacina antitetânica em Goiânia

vacinaPacientes reclamam da falta de vacina antitetânica na rede pública de saúde, em Goiânia. O problema começou em janeiro deste ano. No sexto mês de gestação, a jornalista Luzeni Santos tem que se imunizar, mas não consegue. “Acho que as autoridades de saúde têm que se preparar pra não deixar faltar uma coisa tão essencial para as grávidas. Não só as grávidas, mas todo mundo tem que vacinar contra tétano”, reclama a gestante.

O comerciante Daniel Ribeiro do Nascimento também não consegue se vacinar, ele foi a dois postos de saúde e não encontrou a dose. O goiano cortou o dedo ao mexer na corrente de uma motocicleta e teme contrair tétano.  “Eles afirmam que já está sem já tem uns seis meses, que não tem e a qualquer momento pode chegar, mas não deram previsão”, conta Daniel.

Segundo documento do Ministério da Saúde, expedido em janeiro, houve dificuldade pra adquirir as doses do Instituto Butantã, o que comprometeu o estoque.  A compra seria feita no exterior e os produtos entregues em abril. Em nota enviada na quinta-feira (3), o Ministério da Saúde informou que a distribuição já está normalizada, diferentemente do que se constata em postos de saúde da capital.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que recebeu 56 mil doses da vacina pra distribuir em todo o estado. Os estoques dos postos de saúde da capital devem ser normalizados nos próximos dias.Já no interior, a previsão é de que a situação seja regularizada até o final do mês.

Em Goiânia devem ser entregues 5 mil doses. Para a diretora de vigilância da Secretaria Municipal de Saúde, Flúvia Amorim, a quantidade é insuficiente: “Nós precisaríamos de mais 38% de doses pra chegarmos a receber a quantidade necessária pra nossa demanda”.

O Ministério da Saúde informou que enviou 7,5 milhões doses às secretarias estaduais, de janeiro a junho deste ano e que neste mesmo período foram encaminhadas 168.118 doses para Goiás. Conforme o órgão, este estoque é suficiente para atender à demanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios