Operação Pica-Pau, deflagrada em Itajá, apreende madeira clandestina

0
78

picapauO Ministério Público de Goiás, com o apoio das Polícias Civil e Militar Ambiental, realizou ontem (30/7), em Itajá, no Sudoeste do Estado, uma operação denominada Pica-Pau. A ação, deflagrada a partir de várias denúncias anônimas, apreendeu mais de 800 lascas e pranchas de madeira, extraídas de forma ilegal na zona rural do município. Também foi constatado o funcionamento de uma serraria clandestina instalada no interior de uma propriedade rural.

Integraram a operação o promotor de Justiça de Itajá, André Luís Ribeiro Duarte, o delegado Caio Martines dos Santos Pereira, e o primeiro sargento da Polícia Militar Ambiental, José Roberto dos Santos Brandão. Ao todo, foram reunidas 11 pessoas para a composição da equipe.

Durante a operação, foram vistoriadas propriedades rurais suspeitas de crimes ambientais, todas na região conhecida como Ponte do Guilhermão, próximo à divisa com o Estado de Mato Grosso do Sul, constatando-se a veracidade das denúncias. Além da madeira, foram apreendidas munições, armas de fogo e inúmeros apetrechos de pesca predatória. No local onde foram apreendidas as munições e a arma de fogo, há suspeita de que funcione um desmanche de motos. O local fica a 50 metros da divisa entre os dois Estados.

Material apreendido
Ao todo, foram apreendidos:
– 775 lascas de madeira das espécies angico e sucupira;
– 146 pranchas de madeira das espécies cedro, tamboril, jatobá, sucupira e angico;
– 3 motosserras;
– 2 motos;
– 25 redes de pesca e tarrafas;
– 27 cartuchos calibre 38;
– 1 espingarda;
– 1 trator e 1 carreta de trator utilizados para o transporte da madeira;
– 1 serraria modelo “Tico-Tico” com todos os equipamentos.

Conforme esclarece o promotor, toda a madeira apreendida já está sendo transportada para a cidade de Itajá e ficará depositada em local apropriado, sob a responsabilidade do Conselho de Segurança de Itajá. Ele acrescenta ainda que vai requerer o perdimento de tais produtos e a consequente doação ao Conselho de Segurança do município.

MPGO