Concursos: Operação da Polícia Civil investiga fraudes em concursos públicos no DF

0
87
concursos
concursos

Pelo menos três concursos foram fraudados no Distrito Federal

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou no início desta manhã a Operação Panoptes, com o objetivo de apurar um esquema de fraude em concursos públicos. De acordo com a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, a operação foi iniciada há três meses, após a identificação dos primeiros indícios da prática criminosa.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que estão sendo feitas ações em várias cidades do DF para cumprir quatro mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão.

A Polícia Civil diz que identificou mais de 100 concurseiros envolvidos no esquema de seleções, estes concurseiros ainda não foram depor que podem responder por crime de fraude em certames de interesse publico com pena de até 6 anos e perderem seus cargos conseguidos de forma irregular.

Ainda não é possível identificar quantos concursos foram fraudados, o que se sabe até agora é que há indícios de fraudes nos concursos da Terracap, Corpo de Bombeiros, Secretária de Saúde do DF, sabe-se ainda que a máfia estava de olho no certame da Câmara Legislativa do DF.

Os concurseiros que se sujeitaram ao esquema, teria que pagar uma entrada entre R$ 5 mil a R$ 20 mil reais, após a posse no cargo deveriam pagar 20 vezes o valor da remuneração que estava prevista nos editais dos certames.

A Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na sede do CEBRASPE (antigo CESPE da UNB). Pois segundo o Delegado Bruno Ornélas responsável pelas investigações o objetivo era encontrar indícios de envolvimento de funcionários no esquema outras informações estão sob sigilo.