Nova picape Renault Alaskan é revelada. Chega ao Brasil em 2018

0
808

Picape de uma tonelada será vendida primeiro na América do Sul, ainda em 2016, vinda do México e Espanha

A Renault apresenta a versão de produção da picape Alaskan, sua nova caminhonete média com capacidade de carga de 1 tonelada. Fabricada sobre a mesma plataforma daNissan Frontier e da futura picape da Mercedes-Benz, a Alaskan já está confirmada para o Brasil, mas apenas para 2018. Isso porque irá aguardar a produção na Argentina, prevista para 2017, conforme apurou a reportagem de iG Carros.

Ao contrário do que acontece muito no mundo automotivo, a Renault Alaskan manteve muito das linhas do protótipo. Toda a frente segue a linguagem de design atual da marca, com a grade cromada integrada aos faróis. É o que mais diferencia a picape, pois a traseira é idêntica à nova geração da Nissan Frontier (ainda inédita no Brasil), só tem um vinco diferente em volta do símbolo da Nissan, que remete ao novo design em V usado na frente dos carros da marca.

A traseira igual já sinaliza um grande problema que a Alaskan terá quando chegar ao Brasil: sua semelhança com a Frontier. O interior é ainda pior. Volante multifuncional, central multimídia, posição e formato dos botões e das saídas de ar. Não é cópia, apenas tiraram o logo da Nissan e colocaram o losango da Renault. O que irá fazer o cliente escolher é o design da frente, diferenças de equipamentos e possíveis ofertas especiais.

Até mesmo os motores são iguais. Começando pelo 2.3 dCi biturbo diesel de 190 cv, recém-lançado na Europa para a Frontier (lá conhecida como NP300 Navara), passando pelo 2.5 turbodiesel, nas configurações de 160 cv e 190 cv. A opção a gasolina é o 2.5 de 160 cv. Todos podem ser combinados a um câmbio manual de seis marchas ou automático de sete velocidades, e com tração traseira ou tração nas quatro rodas.

As vendas começam na Colômbia ainda este ano, com a picape vinda de Cuernavaca (México) e Barcelona (Espanha). Em seguida irá para outros países da América do Sul, exceto Argentina e Brasil. Isso porque a caminhonete será feita no complexo em Córdoba (Argentina) em 2017. Procurada por iG Carros, a Renault confirma que a Alaskan chega ao Brasil apenas em 2018, importada da Argentina.

IG