Moradores reclamam de construção abandonada há oito anos

0
68

Prédio seria uma maternidade, mas falhas no projeto embargaram a obra. População diz que local está sendo usado por usuários de drogas.

Moradores do Jardim Nova Esperança, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana, reclamam do abandono da obra de construção de uma maternidade no bairro. Segundo a população, a construção foi abandonada há oito anos e já foram gastos R$ 4 milhões. O motivo da paralisação é que o projeto contém erros.

Entre os problemas presentes no planejamento do prédio estão corredores e portas estreitas, impossibilitando a passagem de macas. Além disso, a lavanderia foi desenhada para ficar ao lado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Quem precisa da maternidade, diz que enfrentam muitas dificuldades, porque precisam procurar unidades de saúde longe do bairro. Além disso, reclamam do descaso do poder público e também que o dinheiro investido foi jogado fora, já que o prédio está abandonado e o serviço já feito pode ser perdido.

Os moradores também temem pela segurança. Com o abandono, o prédio é usado por moradores de rua, usuários de drogas e pode servir até de esconderijo para criminosos, dizem a população.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que, devido à forma como o prédio foi projetado, contendo erros como corredores estreitos, a obra foi embargada. A prefeitura entrou em contato com o Ministério da Saúde e conseguiu que o prédio que, originalmente seria uma maternidade, fosse transformado em um centro de atendimento de especialidades médicas. Agora, a administração municipal trabalha para abrir uma licitação e tem um ano para concluir a obra no local.

G1