Ministro italiano confirma morte de suspeito do ataque de Berlim

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

O ministro do Interior da Itália, Marco Minniti, afirmou nesta sexta-feira (23) que o homem morto por policiais italianos em um tiroteio em Milão é o tunisiano Anis Amri, suspeito de ser o terrorista que atacou um mercado de produtos natalinos em Berlim, na Alemanha. A informação é da Agência Ansa.

Segundo ele, na Itália existe “alto nível de controle territorial que permite identificar e neutralizar um homem em fuga e procurado ao entrar no país. Isto significa que existe um sistema de segurança que funciona”, disse.

O ministro agradeceu à polícia italiana pela morte do tunisiano. “Agradeço àqueles que estão na estrada neste momento, a polícia, as forças armadas, porque não é fácil confrontar com uma ameaça de terrorismo e garantir um nível adequado de segurança. Mas nós garantimos. Sucesso a todos”, ressaltou Marco Minniti.

O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, disse que avisou a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, sobre a morte do tunisiano Anis Amri, suspeito de ter feito o ataque terrorista ao mercado de produtos natalinos em Berlim na última segunda-feira (19).

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.