Meio Ambiente: Projeto Água oferece mais de 600 vagas em cursos a distância

O projeto ‘Água – Conhecimento para Gestão’ está com inscrições abertas para seis cursos a distância até a próxima sexta-feira (6). As capacitações gratuitas oferecem 600 vagas em português e 30 em espanhol, em atividades que variam entre 20 e 40 horas.

Para participar candidatos devem acessar site do projeto e escolher o curso de interesse. Em seguida,  deve clicar no botão “Inscreva-se”, que fica ativo para as turmas que estão disponíveis. Dúvidas também podem ser enviadas pelo site do projeto. As aulas acontecem pela internet e sem tutoria. Portanto, cada aluno realiza as atividades no seu ritmo. Para receber o certificado, é preciso concluir as atividades, segundo os critérios de aprovação.

As aulas começam em 23 de junho e terminam entre julho e agosto, em datas diferentes para cada curso. Os temas oferecidos são: Hidrologia Básica; Qualidade de Água em Reservatórios; Outorga do Direito de Uso dos Recursos Hídricos; Plano de Recursos Hídricos e Enquadramento de Corpos d’Água; Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos; e Planejamento, Manejo e Gestão de Bacias.

‘Água – Conhecimento para Gestão’ é um convênio entre a ANA, a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (FPTI) e Itaipu Binaciona. O O objetivo  é desenvolver ações de comunicação, mobilização e educação para a gestão de recursos hídricos no Brasil e países da América Latina. Há 36 cursos gratuitos semipresenciais e a distância disponíveis no catálogo, que já capacitaram cerca de 35 mil pessoas.

Saiba mais sobre os cursos ofertados:

  • Hidrologia Básica
    O curso de Hidrologia Básica tem carga de 40 horas e um total de 60 vagas em português e 30 em espanhol. Voltada principalmente para agentes gestores de recursos hídricos, a capacitação busca ensinar os fundamentos básicos do ciclo hidrológico, descrevendo as principais características do monitoramento de recursos hídricos. As aulas vão até 3 de agosto com o objetivo de estimular o aperfeiçoamento da gestão de recursos hídricos.
  • Qualidade de Água
    Também com 40 horas e 60 vagas em português, o curso de Qualidade de Água em Reservatórios tem como públicos os agentes gestores, técnicos e analistas ambientais dos órgãos responsáveis pela gestão de recursos hídricos, além de profissionais de empresas de saneamento e do setor hidrelétrico. O objetivo é ensinar os fundamentos de gestão da qualidade da água em reservatórios no cotidiano destes profissionais, visando à garantia dos usos múltiplos da água. As atividades terminam em 10 de agosto.
  • Planejamento, Manejo e Gestão de Bacias
    Com 120 vagas em português e uma carga de 40 horas, o curso de Planejamento, Manejo e Gestão de Bacias busca apresentar os instrumentos de planejamento de recursos hídricos e de gestão de bacias hidrográficas. As atividades se encerram em 10 de agosto e são voltadas para técnicos e profissionais de órgãos gestores de recursos hídricos e integrantes de organizações sociais e comitês de bacias.
  • Outorga do Direito de Uso dos Recursos Hídricos
    No caso do curso de Outorga do Direito de Uso dos Recursos Hídricos, as aulas têm um total de 20 horas e estarão disponíveis até 20 de julho para 120 vagas em português. A capacitação busca ensinar diversos aspectos sobre este instrumento de gestão da água para membros de comitês de bacias hidrográficas e agentes gestores de recursos hídricos.
  • Plano de Recursos Hídricos e Enquadramento de Corpos d’ÁguaO curso tem como públicos os membros de comitês de bacia e representantes de órgãos gestores de recursos hídricos. A capacitação sobre os dois instrumentos de gestão da água oferece 120 vagas em português com uma carga de 20 horas. As atividades se encerram em 20 de julho.

  • Cobrança pelo Uso da ÁguaTambém com 20 horas e 120 vagas em português, o curso sobre Cobrança pelo Uso da Água tem o objetivo de orientar membros de comitês de bacias e agentes gestores sobre os principais aspectos que envolvem este instrumento de gestão dos recursos hídricos, que já é aplicado em quatro bacias com rios de domínio da União: Paraíba do Sul; Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ); São Francisco; e Doce.

Portal Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios