McGregor obtém nocaute mais rápido em disputa de cinturão; confira a lista

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email

Irlandês entrou para a história do UFC ao deixar para trás vitórias a jato de Ronda Rousey, Tito Ortiz e outros. Duelos menos expressivos também têm marcas incríveis

Toda luta por cinturão pressupõe equilíbrio, afinal, é quando o campeão de determinada categoria enfrenta um desafiante que, ao estar ali, precisou enfileirar adversários para merecer a chance. Na prática, porém, os duelos nem sempre são parelhos como no papel. Não é comum, mas há casos em que a disputa de título termina sem que o confronto passe do minuto inicial.

O Combate.com preparou uma lista, abaixo, que relembra alguns dos nocautes mais rápidos da história do UFC. Dentre as feras, estão nomes como o do veterano Tito Ortiz, que se aposentou após escrever seu nome nos meio-pesados, e Ronda Rousey, famosa por liquidar as adversárias sem passar do primeiro assalto.

Confira abaixo:

Aldo x McGregor – 13 segundos

No último sábado, a luta entre José Aldo e Conor McGregor, no UFC 194, entrou para a estatística. O irlandês, que detinha o cinturão interino, despachou o campeão linear em apenas 13 segundos, ao aplicar um cruzado de esquerda no queixo do oponente. McGregor assumiu o topo do peso-pena, desbancou o manauara – invicto há dez anos no MMA -, e anotou o nocaute mais rápido da história do UFC em combate válido por título.

Arlovski x Buentello – 15 segundos

Um dos chavões mais repetidos nas artes marciais mistas dá conta de que, em luta de peso-pesado, basta um golpe para o atleta acabar na lona. No UFC 55, dia 7 de outubro de 2005, Andrei Arlovski e Paul Buentello entraram em rota de colisão. O bielorusso conectou uma patada de direita no rival, aos 15 segundos, e deixou o octógono ostentando o cinturão.

Ronda Rousey x Alexis Davis – 16 segundos

Acostumada a detonar as desafiantes – até encontrar Holly Holm pelo caminho e perder por nocaute técnico, em novembro deste ano – Ronda Rousey tem na luta contra Alex Davis uma de suas performances mais impressionantes. “Rowdy” não tomou conhecimento de Alexis Daivs, faixa-preta de jiu-jítsu, e, no dia 5 de julho de 2014, bateu a canadense em 16 segundos. A então campeã peso-galo derrubou a oponente, que ficou desnorteada ao cair e completou o serviço castigando-a no solo, dominando a rival de um jeito que ela não conseguia se mexer.

Frank Shamrock x Igor Zinoviev – 22 segundos

No UFC 16, sediado em março de 1998, Frank Shamrock anotou um nocaute espetacular, aos 22 segundos. Sem perder tempo, “The Legend”, abaixou ao quase ser atingido por um cruzado e mergulhou nas pernas de Igor Zinoviev. Ao erguê-lo, Shamrock o derrubou com pressão, o russo bateu a cabeça no chão e sofreu o nocaute. Shamrock defendia, com sucesso, pela primeira vez o cinturão peso-meio-pesado do Ultimate.

Tito Ortiz x Evan Tanner – 32 segundos

Em lance semelhante ao de Shamrock, Tito Ortiz defendeu o cinturão dos meio-pesados contra Evan Tanner, no combate principal do UFC 30, em fevereiro de 2001. “The Huntington Beach Bad Boy” aplicou uma joelhada na linha de cintura do oponente, o pegou pela cintura e o quedou. Ao cair, Tanner bateu a cabeça no solo e “apagou”, provocando a intervenção do árbitro, aos 32 segundos. Tito, então comemorou ao seu estilo, ao simular cavar uma cova no centro do cage para enterrar o adversário.

NOCAUTES MARCAM LUTAS SEM DISPUTA DE TÍTULO

Se nas lutas de cinturão, os nocautes relâmpagos acontecem, em duelos mais corriqueiros, eles também não poderiam faltar. O Combate.com elegeu alguns dos mais rápidos do Ultimate, que de tão breves, fizeram muitos torcedores simplesmente piscarem e perderem o lance capital.

Ludwig x Goulet – 6 segundos

Atualmente na função de treinador, Duane Ludwig deixou seu nome gravado na história da organização. Em apenas 6s06, ele derrotou Jonathan Goulet, no dia 16 de janeiro de 2006. O resultado positivo espantou a má fase de “Bang”, que amargava dois reveses e estava reestreando pela companhia.

Duffee x Hague – 7 segundos

Durante muitos anos, o nocaute de Todd Duffee sobre Tim Hague, em 29 de agosto de 2009, foi apontado como o mais veloz do Ultimate. Entretanto, o confronto – arbitrado pelo brasileiro Mário Yamasaki – é interrompido aos 7s56, sendo desbancado pela rapidez de Ludwig. O fato, contudo, não apaga o brilho do americano, à época invicto.

Jung x Hominick – 7 segundos

Outro nocaute que vale ser destacado foi imposto por Chan Sung Jung, conhecido pelo apelido de “Zumbi Coreano”, e ex-desafiante ao cinturão do peso-pena da companhia. O sul-coreano gastou somente 7 segundos para despachar Mark Hominick, no duelo de abertura do card principal do UFC 140, realizado no Air Canada Center, em Toronto, em dezembro de 2011. O representante canadense solta um golpe no vazio e, no contra-ataque, leva um cruzado certeiro no queixo e sucumbe.

Penn x Uno – 11 segundos

Em sua terceira luta de MMA, BJ Penn – que viria a ser campeão em duas categorias distintas no Ultimate – deu pistas do quão longe iria chegar. Ele encarou Caol Uno, ex-campeão do Shooto, na edição 34 do UFC, em novembro de 2001. Assim que Big John McCarthy autoriza o início do duelo, o japonês arrisca uma voadora no vazio e mostra que não ficará na defensiva. Em seguida, o havaiano aplica ótima sequência de socos e enterra qualquer chance do rival, faturando a vitória aos 11 segundos.

Hendricks x Fitch – 12 segundos

O poder de nocaute de Johny Hendricks é temido por todos os adversário no peso-meio-médio. E um dos que provaram o dissabor de enfrentá-lo foi Jon Fitch, em dezembro de 2011, no UFC 141. Em sua primeira investida na peleja, ele solta uma bomba de esquerda – único golpe que desferiu – e apaga o compatriota, que cai nocauteado, aos 12 segundos. “Bigg Rigg” parece não acreditar na façanha e comemora o resultado de maneira efusiva.

Combate.com

Notícia postada em  

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e nosso Termos de Uso, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.