McGregor: “Me preparei para matar Aldo e unificar os títulos no 1º round”

0
98

Irlandês diz que salvou o UFC 189 de sofrer um prejuízo milionário e afirma que só acredita em evento em um estádio na Irlanda quando vir com seus próprios olhos

A confiança de Conor McGregor em si mesmo parece não ter limites. Em entrevista ao site “Severe MMA”, o irlandês voltou a afirmar que vencerá José Aldo no UFC 194 ainda no primeiro round, unificando os cinturões linear e interino, e aproveitou para alfinetar aqueles que não acreditam em suas palavras.

– Eu estou faminto. Me preparei para matar esse cara e unificar os títulos. O que as pessoas vão falar depois disso? O que dirão quando José for derrotado? Ele é o número um do mundo peso-por-peso. Vamos ver o que dirão quando ele cair no primeiro round…

McGregor também falou sobre seu papel de “salvador” do UFC 189, quando aceitou enfrentar Chad Mendes após a fratura na costela de José Aldo, que tirou o campeão dos pesos-penas do evento. Segundo o “Notório”, sua presença no octógono evitou que o UFC sofresse um prejuízo de US$ 67 milhões – cerca de R$ 270 milhões. Agora, segundo ele, com a proximidade do UFC 194, sua certeza de que enfrentará José Aldo é quase total.

– Eu disse ao UFC que era um pouco cedo. Lutei em julho e salvei a pele de todo mundo aparecendo para lutar no UFC 189. Eu poderia tranquilamente não ter lutado e feito a empresa ter prejuízos de US$ 20 milhões em produção, US$ 7 milhões em bilheteria e US$ 40 milhões em pay-per-view. Eu poderia ter dado um prejuízo muito grande a eles. Agora eu disse a eles que talvez fosse cedo demais para José Aldo, por causa da sua costela e do seu corpo. Eu achei que ele se esconderia na sua equipe novamente, poderia se lesionar e não lutar mais uma vez. Mas estamos nos aproximando do evento e tudo indica que ele irá lutar. Espero que ele apareça.

Perguntado sobre o que existe de verdade sobre a possibilidade de, caso ele vença José Aldo, dar a revanche ao brasileiro no estádio Croke Park, em Dublin, na Irlanda, McGregor mostrou-se cético, por acreditar que o UFC e o MGM queiram sua presença em eventos realizados em Las Vegas, nos EUA.

– Só vou acreditar em um evento no Croke Park quando eu vir acontecendo diante dos meus olhos. Eu e os fãs irlandeses fizemos muito em Las Vegas em julho, gerando US$ 200 milhões para a cidade e ajudando a fechar o novo acordo entre o MGM e o UFC. Falam muita coisa, mas me sinto meio preso ao MGM nesse momento. Parece que o MGM quer que toda luta minha seja lá. Vamos ver. Como eu disse, só acredito em um evento no Croke Park quando eu vir com meus próprios olhos.

UFC 194
12 de dezembro, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL – a partir de 1h (horário de Brasília)
Peso-pena: José Aldo x Conor McGregor
Peso-médio: Chris Weidman x Luke Rockhold
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Yoel Romero
Peso-meio-médio: Demian Maia x Gunnar Nelson
Peso-pena: Max Holloway x Jeremy Stephens
CARD PRELIMINAR – a partir de 22h (horário de Brasília)
Peso-galo: Urijah Faber x Frankie Saenz
Peso-palha: Tecia Torres x Michelle Waterson
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Colby Covington
Peso-leve: Léo Santos x Kevin Lee
Peso-leve: Joe Proctor x Magomed Mustafaev
Peso-leve: John Makdessi x Yancy Medeiros
Peso-meio-médio: Court McGee x Márcio Lyoto